Cães que encaram

Photo credit: daveynin via Foter.com / CC BY
Photo credit: daveynin via Foter.com / CC BY

Por Fernanda Araújo, adestradora da Cão Cidadão.

Já aconteceu de você estar com seu cachorro, numa boa, e ele começar a te encarar como se quisesse dizer algo? Pois bem, a primeira coisa que devemos fazer quando falamos de comportamento animal é observar o todo, pois essa encarada pode realmente dizer alguma coisa.

“Nada deve passar despercebido”, diz Fernanda Araújo, adestradora da equipe Cão Cidadão. “É preciso observar todos os sinais que o cão dá: Ele está relaxado? Ele te segue o tempo todo? Ele se mostra ansioso?”, diz.

A partir disso, é possível identificar melhor o que essa encarada pode, de fato, querer dizer. “Um cão que fica te olhando com expectativa pode significar apenas que ele quer algo de você, como alguma função (isso é muito comum em cães de trabalho), algum comando ou simplesmente carinho, atenção, brincadeira ou comida”, explica.

Já aconteceu de você estar com seu cachorro, numa boa, e ele começar a te encarar como se quisesse dizer algo? Pois bem, a primeira coisa que devemos fazer quando falamos de comportamento animal é observar o todo, pois essa encarada pode realmente dizer alguma coisa.

“Nada deve passar despercebido”, diz Fernanda Araújo, adestradora da equipe Cão Cidadão. “É preciso observar todos os sinais que o cão dá: Ele está relaxado? Ele te segue o tempo todo? Ele se mostra ansioso?”, diz.

A partir disso, é possível identificar melhor o que essa encarada pode, de fato, querer dizer. “Um cão que fica te olhando com expectativa pode significar apenas que ele quer algo de você, como alguma função (isso é muito comum em cães de trabalho), algum comando ou simplesmente carinho, atenção, brincadeira ou comida”, explica.

“Já um cão que fica sempre de olho em tudo o que você faz e em todos os seus movimentos, te seguindo como uma sombra, pode dar indícios de que ele quer você por perto o tempo inteiro e de que é um cachorro menos independente ou até mesmo controlador”, conta. Por isso, é muito importante observar todas as outras características que acompanham a encarada do seu cãozinho.

“Justamente pelo fato de que é preciso observar outros sinais, não dá para definir prontamente se essas encaradas são boas ou ruins”, diz a adestradora. “Se for sintoma de alguma ansiedade, ela em si não é boa, pois é um comportamento que pode refletir diretamente na qualidade de vida do pet. Porém, se ele fica te encarando com expectativa de ganhar algo, pode ser que esse comportamento tenha sido reforçado por você e não tenha mais consequências para a qualidade de vida dele, sendo apenas um cão mais “pidão”, o que pode incomodar mais você do que a ele.”

Seguindo por essa lógica, o treino para diminuir a frequência da encarada também pode ser diferente, por isso, é muito importante identificar os outros sinais. “Aumente a independência do seu amigão, dê a ele outras atividades que não dependam necessariamente da interação com você, como brinquedos que ele curta sozinho e que o estimulem, principalmente os que soltam petiscos ou ração, e que vão tornar o ambiente e a brincadeira muito mais gostosa para ele”, indica a adestradora.

Mostre também ao seu cãozinho, se ele for do tipo que fica sempre te pedindo algo, que não adianta mais ele insistir. “Por mais que ele fique com aqueles olhos quase irresistíveis, é preciso mostrar que isso não vai fazer com que você dê o que ele quer, assim, você não estará mais recompensando e reforçando o comportamento dele”, ensina.

Fonte: Pet Cidade

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn