fbpx

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!

Adestramento: golfinho ensina companheiros a andar na água!

Billie, um golfinho selvagem fêmea, tem chamado a atenção dos cientistas, no sul da Austrália. Isso porque a mamífera está ensinado seus companheiros golfinhos a andar na água com a cauda! Realizar este truque não é um fato inédito entre golfinhos adestrados em parques aquáticos. No entanto, nunca havia sido registrado nenhum caso como este, entre espécies selvagens. Segundo os cientistas do Centro de Conservação de Baleias e Golfinhos, que estão estudando o fenômeno, isso pode estar acontecendo porque há 20 anos atrás, quando esteve doente, Billie passou algumas semanas se recuperando em um local onde golfinhos são adestrados, e pode ter aprendido o truque naquela época. Mesmo assim, Billie não chegou a receber nenhum tipo de treinamento enquanto estava hospedada no centro de adestramento e foi logo devolvida a seu habitat natural. Os pesquisadores acreditam na hipótese de ela ter aprendido o movimento apenas observando outros animais do parque fazendo!

Assista uma aula da mais nova adestradora marinha!
www.youtube.com/watch 

Fonte: BBC Brasil

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo a sua aula gratuita (on-line ou presencial) com um de nossos adestradores!!

Como entreter o pet no home office

Fazer home office pode ser um desafio para quem tem um ou mais cães em casa. Afinal, a maioria dos pets está acostumada a ter a nossa presença por mais tempo aos finais de semana, quando podemos dar bastante atenção e carinho a eles.

Ler mais »

Como montar o enxoval do novo pet

A chegada de um novo pet envolve a compra de alguns itens para o seu conforto e bem-estar. Apesar da empolgação e das inúmeras opções disponíveis, é muito mais importante pensar na funcionalidade na hora da escolha e não apenas no estilo.

Ler mais »

Seu cão sempre tenta fugir?

As principais causas que fazem um cão tentar fugir costumam ser o tédio e os instintos de caça e proteção. Existem ainda outros motivadores, como medo (de trovões e fogos, por exemplo), ansiedade de separação, desorientação e até mesmo uma fêmea no cio por perto, no caso dos machos.

Ler mais »

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!