Treino para evitar atropelamentos

treino-atropelamento_interna

É preciso ter muito cuidado: apenas uma “escapadinha” já é o suficiente para acontecer algum acidente com o mascote, como um atropelamento, por exemplo.

O dono, infelizmente, não tem controle de tudo. Durante o passeio, a guia pode escapar ou se romper. Ou então, na pracinha, o pet, que estava brincando, resolve sair correndo. O melhor, na verdade, é a prevenção!

Para aumentar a segurança do cão, é possível ensiná-lo a atravessar a rua somente sob comando ou na presença dos donos.

Alguns passos:

Não pisar na rua: o objetivo da primeira lição é o cão aprender que está proibido de pisar na rua, mesmo quando o condutor pisar nela.

Todas as calçadas: normalmente, o cão relaciona esse tipo de aprendizado ao local onde está sendo treinado. Por isso, é preciso treiná-lo em diferentes lugares.

Longe do condutor: o próximo aprendizado é o cão não pisar na rua quando você não o estiver conduzindo.

Testes em situações extremas: o passo seguinte é testar o aprendizado em situações extremamente tentadoras para o cão.

Travessia: depois de ter deixado de atravessar ruas, o cão pode ser ensinado a atravessá-las somente em um caso – quando receber comando de você e estiver a seu lado.

Leia o artigo completo aqui.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *