Viagem com o pet

Por Paula Miranda, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

dicas_interna-viagem-com-o-petAs férias estão chegando e, com ela, as viagens também. E é claro que se pudermos levar nossos companheiros, os pets, a jornada de descanso será melhor ainda. Mas para que realmente seja um passeio divertido é necessário que os tutores tomem algumas precauções.

Primeiramente, faça uma consulta ao veterinário e verifique se a saúde do seu animalzinho está em dia, se as vacinas e vermífugo foram dados corretamente, bem como a vacina antirrábica, que deve ser aplicada com, no mínimo, 30 dias de antecedência.

De carro

Se a viagem for de carro é importante utilizar uma caixa de transporte para a segurança do seu amigo e da família. Além de ser lei, dentro da caixa o bichinho não tentará pular pela janela ou em você enquanto estiver dirigindo.

Neste caso, é importante acostumar o pet com a caixa de transporte antes da viagem, caso ele ainda não seja habituado a ela.

Também existem cintos de segurança próprios para os peludos, que são facilmente encontrados no mercado pet.

Para garantir uma viagem tranquila faça treinos com passeios curtos de automóvel, dessa forma, ele se acostumará a permanecer por um período maior dentro do carro.

Caso a intenção seja transportá-lo na caixa de transporte, acostume-o a usá-la pouco a pouco, assim, ele sentirá segurança em ficar por horas dentro dela. Uma dica é deixar, neste local, um brinquedo para que o amigo possa morder e se sentir relaxado.

Durante o trajeto, faça paradas, saia com o seu animal do carro para que ele relaxe, e deixe-o fazer suas necessidades e farejar um pouco. Essa atitude simples evitará qualquer tipo de estresse. Ah, não se esqueça de oferecer água fresca nas paradas.

De avião

Se a viagem for de avião, é importante verificar com a companhia aérea quais os requisitos exigidos para transportar um pet, como o local que ele ficará durante o trajeto, quais as documentações necessárias para o embarque do peludo, se sua saúde e vacinas estão em dia e principalmente se ele está devidamente identificado.

Em viagens aéreas, alimente seu pet seis horas antes do embarque para evitar que ele sinta enjoo.

Se o animal for transportado em caixa, coloque um cobertor com o seu cheiro dentro dela e os brinquedos preferidos do amigo, para que ele fique mais tranquilo. Se ele puder ir com você na cabine leve petiscos, um pote de água, cobertor e brinquedinhos. Atualmente, as companhias rodoviárias também estão autorizando o transporte de animais.

É importante ressaltar que viagens para o exterior requerem cuidados detalhados e burocráticos, por isso, faça os devidos preparos com antecedência, pois eles envolvem exigências inclusive com o Ministério da Agricultura e Centro de Zoonoses, além das exigências estipuladas pelo país visitado. Para não correr riscos, tome todas as precauções com, no mínimo, 120 dias de antecedência.

Seguindo os passos acima, curta a viagem com seu melhor amigo. Certamente histórias e aventuras não faltarão.

Fonte: Balaio de Bichos.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Kit viagem: o que não pode faltar

Photo credit: rabiem22 / Foter / CC BY
Photo credit: rabiem22 / Foter / CC BY

O feriado está chegando e muitos donos vão viajar. Alguns deixam o pet com parentes, amigos ou até mesmo em hotéis para cães. Outros costumam levar o bichinho junto, para curtir com a família.

Mas, na hora da viagem, algumas dúvidas podem surgir: como fazer para transportar o animal em segurança? Quais são os itens que devo levar na mala do pet?

Se esse é o seu caso, separamos algumas dicas que podem ajudá-lo a ter uma viagem tranquila e feliz ao lado do amigo!

Itens que não podem faltar

Prepare também uma mala para seu cão. Além da água, ração e caminha, você pode incluir os brinquedos, a carteirinha de vacinação e sacolinhas para recolher as fezes. Sempre mantenha o seu animal com identificação e também na guia.

Transporte

Mantenha sempre o seu cãozinho preso por um cinto de segurança, próprio para cães, ou confortavelmente instalado em uma caixa de transporte. Dica importante: nunca deixe o seu pet solto dentro do carro, pois isso pode causar acidentes, tanto para você como para o bicho.

Paradas

Não se esqueça de fazer paradas estratégicas para não cansar o pet. Uma dica é realizá-las a cada duas horas, para que o cão fique confortável. Assim, ele poderá se aliviar, esticar um pouco as perninhas e beber água. Se estiver muito quente, em cada parada, vale molhar uma toalha em água fria, para refrescar o cão dentro do carro.

Boa viagem!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Especial férias: levando o pet para viajar

ferias-dicas-carroJulho já chegou, as crianças estão de férias e alguns papais também, mas, quem não está pode tirar o final de semana para curtir com os filhos. Que tal levar os pequenos para curtir uma viagem legal? Eles iriam adorar, não é? Ainda mais se o cãozinho for junto – aí sim a festa estará armada! Vai ser uma bagunça só e, claro, eles ficaram felizes da vida.

Viajar é bom e todo mundo gosta, mas também é preciso ficar atento com alguns procedimentos, pois, assim como as crianças, os pets também podem se machucar. Abaixo, separamos algumas dicas para que a viagem aconteça de forma positiva.

Como transportar o pet?

Durante a viagem, mantenha o pet sempre seguro. Coloque nele um cinto de segurança próprio para cães, ou confortavelmente instalado na caixa de transporte.

Prepare também uma malinha para o seu animal.

Além do básico como água, ração e caminha, você pode incluir brinquedos, a carteirinha de vacinação e sacolinhas para recolher as fezes.

Nunca deixe o seu pet solto dentro do carro!

A cada duas horas, faça paradas na estrada para que o animal fique confortável. Assim, ele também poderá se aliviar, esticar as patinhas um pouco e beber água. Se estiver muito quente, em cada parada, vale molhar uma toalha em água fria, para ir refrescando o cão dentro do carro.

Pronto! Já conferiu tudo? Então, boa viagem!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0