Zika vírus e dengue: você também pode ajudar nesta luta!

dicas_interna_cuidadozica

Ano após ano, a luta contra a dengue cresce ainda mais. Em 2015, com o zika vírus, o combate ao mosquito Aedes aegypti ganhou ainda mais força. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 500 mil brasileiros foram afetados pelo vírus Zika neste ano, se considerarem a estimativa mais otimista. Já o Protocolo de Vigilância e Resposta à Microcefalia e ao Zika, que foi divulgado recentemente, informou que mais de 1,4 milhão de pessoas já teriam sido afetadas pela doença.

Os sintomas do Zika vírus incluem febre, dor nas articulações e músculos, conjuntivite e manchas vermelhas na pele. Geralmente, esses sintomas surgem 10 dias após a picada. Em grávidas, o problema é apontado como responsável por casos de microcefalia – quando o bebê nasce com a circunferência cefálica menor do que a padrão.

Como ajudar nesta luta?

Você também pode contribuir com o combate ao Aedes aegypti. Quando se tem um animal de estimação em casa, é natural deixar espalhado pela casa potes de água para ele se refrescar. Redobre os cuidados, uma vez que a reprodução do mosquito ocorre em água parada!

– Troque a água do pet diariamente.

– Lave os recipientes do amigo com escova ou bucha, para ficaram bem higienizados.

– Brinquedos soltos pelo quintal, como aquela garrafa pet furada, usada para dispensar ração e petiscos, também podem se tornar criadores. Fique atento!

Procure acabar com qualquer foco de água parada em sua casa. Se todos fizerem a sua parte, o perigo pode ser evitado!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Dengue e os potes dos animais

Photo credit: grongar / Photo / CC BY
Photo credit: grongar / Photo / CC BY

A luta contra a dengue – doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti – continua. De acordo com um levantamento do Ministério da Saúde, divulgado em abril, foram registrados mais de 460 mil casos da doença só no primeiro trimestre deste ano. E, desse total, São Paulo é a cidade que lidera o ranking de ocorrências.

Todo cuidado é pouco e é fundamental que todos façam a sua parte, para eliminar os focos de proliferação do mosquito. Aliás, não é apenas com as bacias e pratos de plantas que se deve ter atenção, não. Sabia que os potes de água dos pets também podem se tornar criadouros do mosquito. Sim, afinal, eles também oferecem água parada!

Cães

– Troque diariamente a água dos potes dos cachorros!

– Lave os recipientes frequentemente. Limpe-os com escova ou esponja para higienizá-los bem.

Gatos

– Gatos adoram beber água corrente, como, por exemplo da torneira. Mas, não se esqueça de ficar atento à fonte de água dele também. Nada de água parada.

Se cada um fizer a sua parte, essa batalha pode ser vencida!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0