Bastidores do caso Chébi – Desafio Pet

desafio-pet-bastidoresGostou do caso do Desafio Pet de hoje?

Chébi é um Jack Russel Terrier de quatro anos, que começou a ser adestrado na França, com métodos tradicionais, que não eram baseados em reforço positivo.

Com o tempo, ele começou a demonstrar agressividade com estranhos. A sua dona, que é descendente de húngaros, contou que o comportamento do cão foi se agravando ao ponto de ele morder pessoas que simplesmente passavam pela frente dele.

“Ele mordeu a minha amiga Cristina, que recebeu 10 pontos no pé. Também teve um senhor na praia do Rio de Janeiro. Ele mordeu as duas pernas dele. Eu fiquei em uma situação muito desagradável – comprei remédio e diversos curativos para ele. Veio bombeiro e polícia”, lembra.

Quando alguém pedia algum comando ao Chébi, então, era o suficiente para ele rosnar. Será que ele dava a pata? Essas palavrinhas já eram suficientes para ele atacar.

Como o programa apresentou, com muito carinho, paciência e reforço positivo, foi possível mostrar ao Chébi que o comportamento que vinha tendo era inadequado. Alexandre e a equipe Cão Cidadão ajudaram a família a ter um controle maior sobre o animal, ele também está aceitando melhor os comandos – inclusive o “dar a pata”.

É importante lembrar que quando se está diante de um cão agressivo, a recomendação é sempre ter cuidado e agir com precaução. Quer compreender melhor a agressividade? Na nossa seção de Dicas, você encontra alguns textos a respeito!

Bastidores

Está curioso para saber sobre os bastidores do caso Chébi? Preparamos um vídeo com alguns trechos do treinamento. Confira!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Chébi: novo caso do Desafio Pet

desafio-pet-save-the-date Neste domingo, 26 de abril, o especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi, e a equipe de adestradores da Cão Cidadão vão apresentar o caso de Chébi, um Jack Russel Terrier bastante agressivo, no quadro do Desafio Pet, no Programa da Eliana (SBT).

Chébi, hoje com quatro anos, foi adestrado na França com métodos tradicionais, que não utilizavam o reforço positivo. Com o tempo, o cão começou a manifestar comportamentos agressivos ao receber comandos. Ele também não interage muito bem com estranhos: além de rosnar, Chébi tem partido para o ataque muitas vezes.

A família buscou ajuda porque pretende se mudar para a Hungria e não conseguirá levá-lo se ele mantiver esse comportamento.

Ficou curioso?

Não perca o desfecho dessa história neste domingo, 26 de abril, a partir das 15h, no Programa Eliana (SBT). O Alexandre estará ao vivo no palco da atração!

Para aguçar a sua curiosidade, confira o vídeo que preparamos sobre o caso:

Share and Enjoy !

0Shares
0 0