Dicas de adestramento animal para profissionais do mundo pet

https://www.flickr.com/photos/31403417@N00/6632147219/in/photostream/
https://www.flickr.com/photos/31403417@N00/6632147219/in/photostream/

Com o objetivo de apresentar técnicas, dinâmicas e ideias sobre como tratar cães e gatos nos estabelecimentos e clínicas voltadas ao universo animal, o veterinário e sócio-diretor da Cão Cidadão, Daniel Svevo, palestrou no Workshop de Gestão para Pet Shop e Clínica Veterinária do Sebrae, em abril, sobre o tema “Como o profissional de adestramento e comportamento pode ajudar o veterinário?”, para conhecimento dos profissionais da área que estavam presentes no escritório regional da entidade em Santo Amaro.

A principal questão abordada por ele durante a apresentação foi a sociabilização de filhotes e de cães medrosos. Para aprimorar o trabalho desses profissionais, métodos para minimizar medos e inseguranças foram trabalhados de forma simples e dinâmica:

– Sempre fazer associações positivas para o animal durante consultas. Ou seja, oferecer um petisco bem gostoso, brinquedos e paciência, para que ele lembre do veterinário com carinho e não com medo.

– Explorar o ambiente. Um animal sem medo tendem a se soltar mais e deixar o profissional fazer seu trabalho. Deixe que o seu animal cheire tudo, espalhe petiscos formando um caminho pela clínica, para que ele passeie por ela e se familiarize.

– Dessensibilização do toque nada mais é do que tirar a má impressão que o animal tem de algo ou de alguém e fazer boas associações, para que ele “mude de ideia” sobre aquela pessoa ou procedimento e aceite a aproximação de bom grado.

O profissional da Cão Cidadão finalizou a palestra lembrando que todo esse processo requer muito amor e paciência. Com isso em mente, todo o esforço será recompensado!

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn