Deixando o pet no clima de Natal: o que pode e o que faz mal?

roupas-alimentos-natal
Photo credit: photoverulam / Foter / CC BY-SA

Enfim, chegamos à semana do Natal. Momento de ficar com os familiares e amigos, trocar presentes, comer e se divertir bastante. Os pets também embarcam nessa magia e alguns gostam de caracterizá-los com roupas natalinas. Mas, cuidado! Antes de colocar o gorro em seu cãozinho, confira as recomendações da adestradora da equipe Cão Cidadão, Joilva Duarte.

Cuidado com as roupinhas

O dono precisa ficar atento para utilizar de forma correta as roupinhas em seu cão, principalmente nesta época do ano, que sempre faz muito calor. “Ao colocar qualquer tipo de roupa no bichinho, é importante dessensibilizar, ou seja, oferecer petiscos e ir colocando aos poucos a vestimenta, para que o pet se habitue com a peça de maneira tranquila e recompensadora, se sentindo à vontade”, explica a adestradora.

Segundo Joilva, é importante tomar cuidado com o tamanho da roupa, que não pode ficar grande ou pequena demais, para evitar que o cão se machuque. Isso vale, principalmente, para o gorro de Natal, que deve ser usado com muito cuidado e sob supervisão do proprietário.

“O ideal, mesmo com a dessensibilização, é colocar as roupinhas nos cães somente no horário da festa ou evento, e tirar assim que possível. Afinal, a roupa não é algo natural do peludo, mas sim um mimo do dono”, relata.

Alerta para os alimentos de Natal

Os donos precisam ficar de olho na alimentação dos pets, evitando que eles comam alimentos das ceias, pois eles podem ser tóxicos para os bichinhos. Leia mais sobre comida de humanos para cães aqui!

Sobre os alimentos próprios para pets, como doces e panetones, Joilva faz um alerta aos donos. “Mesmo sendo indicado para os animais de estimação, sempre devemos tomar cuidado com os produtos que oferecemos aos nossos bichinhos. Leia atentamente quais são os ingredientes que compõem o produto e avalie se nenhum componente é prejudicial ao pet. Se perceber algo errado, procure imediatamente a ajuda de um veterinário,” finaliza.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn