fbpx

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!

Como lidar com aves que arrancam as penas?

aves-arrancam-penas_internaAs aves são animais sociáveis, ativos e inteligentes. No entanto, donos costumam se queixar que, em algum momento, elas já tiveram o hábito de arrancar as próprias penas.

Esse problema pode acontecer por diversos motivos, sendo eles comportamentais e médicos. Entre as causas médicas, podemos citar a infestação por parasitas, fungos, alergias, disfunções hormonais e nutricionais. Por isso, é importante o acompanhamento de um veterinário, para determinar corretamente a causa e o tratamento.

Mas, em muitos casos, esse distúrbio também tem um fundo comportamental, tornado-se um transtorno compulsivo. Isso ocorre  geralmente em aves que são pouco estimuladas ou passam por estresse.

O que fazer? 

Enriqueça o ambiente onde a ave vive, proporcionando estímulos diversos:

– use a alimentação como enriquecimento, oferecendo castanhas com casca para que o animal possa bicar e quebrar a casca para se alimentar;

– espalhe a ração em vários potes, em níveis diferentes da gaiola, para que a ave procure a comida;

– coloque galhos e poleiros em alturas diversas para o pet poder se movimentar bastante. Deixe também alguns brinquedinhos na gaiola, para que ela possa morder.

Com essas técnicas, certamente, seu bichinho será mais feliz!

Confira mais dicas em Artigos.

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo a sua aula gratuita (on-line ou presencial) com um de nossos adestradores!!

O que são comandos básicos?

Há quem acredite que não há necessidade de seus pets aprenderem truques quando o que buscam é resolver problemas comportamentais como xixi fora do lugar ou destruição. Contudo, os comandos são uma ferramenta muito importante na educação dos peludos e trazem um monte de benefícios

Ler mais »

Dicas para reduzir os latidos dos cães.

Latir faz parte da natureza canina. Ou seja, dificilmente o comportamento pode ser 100% extinto – e nem seria saudável! Por outro lado, latidos em excesso podem indicar que o bem-estar do pet está comprometido e/ou que a comunicação com ele está falhando.

Ler mais »

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!