fbpx

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!

Carnaval: cães que têm medo de barulho

O Carnaval está chegando e, com ele, toda aquela “agitação”: fogos, som alto e barulho para todos os lados. Mas, e o pet, como fica?

Muitos animais tem verdadeira fobia de barulhos altos. Alguns tremem, se escondem, não conseguem comer ou brincar. Em muitos casos, alguns cães tentam pular o portão e até o muro para se esconder dos barulhos.

Com alguns treinamentos, é possível aliviar esse medo. Mas, é necessário ter muita paciência para seguir o passo a passo da dessensibilização. Confira as dicas:

– Grave os sons que o animal tem medo, como trovões e fogos, e os coloque para tocar, inicialmente, em um volume que o cão não se assuste ou se incomode.

– Assim que começar o som, o pet deve ser recompensado com um petiscos ou uma brincadeira. A intenção é que, ao ouvir o barulho, o animal o associe imediatamente com algo prazeroso para ele.

– Aos poucos, vá aumentando o volume do som, respeitando sempre o limite do cachorro. Ele não pode se sentir incomodado!

– Para saber se o condicionamento está ocorrendo de forma eficiente, observe o seguinte: assim que ele escutar o som, ele deve vir feliz buscar sua recompensa. Se não aceitá-la, a situação ainda o está estressando.

Esse treinamento deve ser feito aos poucos e com bastante frequência. Você pode, também, ir introduzindo de forma gradativa outros estímulos, como o som de uma biribinha, por exemplo.

Confira mais dicas em Artigos

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo a sua aula gratuita (on-line ou presencial) com um de nossos adestradores!!

Seu pet faz xixi na borda do tapete?

No processo de aprendizado do treino sanitário, a evolução é gradual, e mesmo os pets que já estão com uma boa porcentagem de acertos podem errar ou ter “meios acertos”, ou seja, urinar na bordinha do tapete higiênico.

Ler mais »

Seu cão sempre tenta fugir?

As principais causas que fazem um cão tentar fugir costumam ser o tédio e os instintos de caça e proteção. Existem ainda outros motivadores, como medo (de trovões e fogos, por exemplo), ansiedade de separação, desorientação e até mesmo uma fêmea no cio por perto, no caso dos machos.

Ler mais »

Dicas para reduzir os latidos dos cães.

Latir faz parte da natureza canina. Ou seja, dificilmente o comportamento pode ser 100% extinto – e nem seria saudável! Por outro lado, latidos em excesso podem indicar que o bem-estar do pet está comprometido e/ou que a comunicação com ele está falhando.

Ler mais »

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!