Cão agitado e as visitas de Páscoa

pulo-em-excesso

A Páscoa está chegando, a família vai se reunir e você já está pensando em como o seu cão vai recepcionar os convidados? Sempre que você chega em casa, ele começa a pular sem parar e, apesar de você já ter tentado acalmar e modificar esse comportamento, mas o bichinho não muda?

De acordo com Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal, esse hábito pode ser estimulado pelo próprio dono. “Assim que o filhote chega em casa, a família acha graça quando o bichinho dá aqueles pulinhos para cumprimentá-los. Bastam poucas repetições para que o cão aprenda que pular é algo que agrada. Alguns meses depois, o filhote se torna grande, e aí aqueles pulos que pareciam fofos começam a ser um problema”, explica.

Mudança de comportamento

É importante que você sinalize para o seu cão que os pulos não o agradam mais. Sempre deixe suas mãos baixas, na altura do peito do seu cão. Geralmente, eles pulam porque querem alcançar nossas mãos, que é de onde vem o carinho e a comida. Dê muito carinho quando ele estiver no chão. Assim que ele levantar as patas, se levante e dê as costas para ele, sem olhar ou dizer uma palavra. Logo que ele baixar novamente, reinicie a interação.

Você pode usar petiscos ou a ração como treino. Coloque-os em uma bolsa pequena e, assim que encontrar com o cão, jogue um punhado no chão. Depois que ele comer o que está no chão, circule um pouco e jogue mais um pouquinho. Faça isso sempre antes de ele pular. Logo, ele entenderá a dinâmica do exercício: basta te acompanhar, sem pular, que receberá a recompensa.

É importante lembrar que passeios diários diminuem a ansiedade e ajudam qualquer treino. Dê oportunidade para que seu cão possa gastar energia e se divertir!

Se mesmo assim você encontrar dificuldades em ensinar boas maneiras ao seu “melhor amigo”, procure a ajuda de um profissional da área.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn