Agressividade por território

dicas_interna_agressividadeterritorio

Quando se fala de agressividade em cães, é preciso ter muita atenção. O número de acidentes provocados por esse problema é assustador, pois existem várias raças que podem machucar um ser humano com muita facilidade, por isso, é necessário tratar esse aspecto do animal com extremo cuidado.

A agressividade é transmitida, em parte, pela genética e, por isso, deve-se prestar muita atenção às características do animal antes de adotá-lo. Existem raças mais ou menos agressivas e dentro de cada raça existem cães mais agressivos que outros.

Além disso, alguns outros fatores também podem influenciar esse comportamento, como a criação e o meio ambiente em que o pet vive. Mesmo os filhotes pertencentes a raças que são consideradas agressivas, se tratados e treinados da maneira correta, podem se tornar ótimos cães, que jamais colocarão alguém em risco.

Agressividade por território ou dominância?

A agressividade por territorialismo pode, muitas vezes, ser confundida com a agressividade por dominância, pois ambas manifestam-se da mesma maneira. As duas são causadas por motivos muito parecidos, porém, existem algumas diferenças importantes sobre o comportamento do animal.

No caso da agressividade por dominância, o cachorro sente que não existe um líder dentro da casa, por isso, ele próprio assume essa função. O animal acaba se tornando um pet sem limites, que não suporta ser contrariado e que usa o ataque como forma de defender seu posto. Já os cães territorialistas querem defender um determinado local que consideram deles.

No caso da agressividade por territorialismo, o comportamento se deve a espécie. Os cães são animais naturalmente protetores e defensivos, principalmente de seus territórios e filhotes. Esse tipo de comportamento acontece quando o cachorro sente que o local em que ele acredita ser seu está sendo ameaçado. Nesses casos, o pet pode aceitar, em um momento, a presença de outro cão em seu território, e, logo em seguida, sentir que o outro animal está tentando tomar o seu local, o que pode levar a uma briga entre eles.

Como lidar com a agressividade

• Antes de qualquer coisa, é preciso identificar o tipo de agressividade para só então tratá-la. A ajuda de um profissional, nesses casos, é fundamental, pois ele poderá encontrar a solução correta para a situação.

• Se o seu pet apresentar comportamento agressivo, jamais recompense-o por isso. Cada vez que seu cão utilizar esse tipo de comportamento contra você ou alguém da sua família, faça com que ele seja frustrado.

• Evite qualquer tipo de disputa física ou brincadeiras que deixem o cão muito agitado e estressado.

• Não bata em seu cão e não ameace-o fisicamente, em nenhuma circunstância.

• Seja um bom líder. Conquiste o respeito do animal e jamais use violência para corrigi-lo. Tenha autoridade, mas não abuse dela.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn