Agressividade felina: o que fazer?

agressividade-felinaPessoas que convivem com gatos sabem o quanto pode ser assustador e perigoso lidar com as reações agressivas dos bichanos. Por isso, é muito importante procurar entender os motivos que levaram o animal a agir com agressividade, para conseguir prevê-las e saber como agir.

Assim como os cães, os gatos também podem apresentar alguns tipos de agressividades, tais como por brincadeira, medo ou territorialidade.

Agressividade por brincadeira 

Para evitar sustos e machucados, deve-se evitar brincar com o gato usando mãos e pés, desde o momento em que o animal chega à casa, ainda filhote.

Também é importante proporcionar atividades que permitam a ele caçar outros objetos, como brinquedos que se movimentam, bolinhas e laser na parede.

Agressividade por medo

Um gato acuado, sentindo-se inseguro diante de determinada situação, e sem rota de fuga disponível, poderá atacar. Essa reação provocada pelo medo de uma pessoa ou outro pet pode gerar ferimentos sérios. Fique atento!

Agressividade territorial

Esse tipo de agressividade pode ser visto quando um novo bichano é introduzido em casa, sem que o trabalho de apresentação entre eles tenha sido feito da forma adequada.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn