Cuidados com o cão em dias quentes

calorxcao

Por Thais Oliveira, adestradora da equipe Cão Cidadão.

Assim como nós, os nossos pets também podem sofrer com o calor excessivo. Leve seu cão para passear somente nos períodos frescos do dia, como pela manhã ou ao anoitecer, tomando cuidado para que o animal não ande no asfalto quente, o que pode queimar as patinhas dele.

Jamais deixe seu pet preso dentro do carro, mesmo com a janela aberta! Um carro parado no sol pode ficar com uma temperatura muito alta rapidamente. Lembre-se também de que eles não suam através da pele, como nós. A perda de calor ocorre pela boca e pelos coxins das patas, por isso, as raças braquicefálicas, que são as que possuem o focinho achatado, têm maior dificuldade em perder calor e requerem cuidado redobrado nos dias quentes.

Nessa época, também é muito comum aumentar a quantidade de parasitas, como pulgas e carrapatos, que podem transmitir doenças. Mantenha em dia o antipulgas do seu pet! Alguns cães se beneficiam muito com uma tosa mais baixa.

Nos animais que não podem ser tosados devido à raça ou tipo de pelo, pode-se fazer uma tosa higiênica e remover os pelos da barriga, o que ajudará na troca de calor quando eles estiverem deitados no chão. Oferecer gelo para o pet brincar ou colocá-lo na água também o ajudará a se refrescar.

Dicas de adestramento: xixi fora do lugar

xixi-fora-do-lugar_internaApós aproveitar as férias com a família, o pet precisa voltar à velha rotina e, uma das lições básicas, é ensiná-lo a fazer as necessidades nos locais corretos, como em tapetes higiênicos. Mas, para que isso dê certo, é preciso um pouco de paciência e persistência.

O que fazer?

Primeiro, estabeleça um lugar neutro para deixar o pet quando ele precisar ficar sozinho ou quando você não puder supervisioná-lo.

Nunca coloque o banheirinho próximo da comida dele! Eles não fazem as necessidades perto de onde comem.

Se o pet fizer as necessidades no local errado, não dê bronca! Trate de ignorá-lo. Repreensões severas podem deixar o cãozinho com medo de fazer suas necessidades quando alguém estiver perto.

Geralmente os cães, principalmente os filhotes, fazem as necessidades depois de acordarem pela manhã, após as refeições, sonecas e depois de brincarem. Então, é preciso ficar esperto nesses momentos, para que o pet não fique solto e erre o local.

Veja aqui o vídeo, que traz algumas dicas do especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi, sobre como ajudar o cãozinho a fazer as necessidades no local correto.

Confira o artigo completo.

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!