Uso da palavra não: como utilizá-la no dia a dia

Photo credit: Christopher.Michel / Foter / CC BY
Photo credit: Christopher.Michel / Foter / CC BY

Desde pequenos, a principal palavra que a maioria dos cães escuta é o famoso “não”. Ela é tão utilizada que, em alguns casos, pode deixar o cãozinho sem saber o que pode ou não fazer. É importante que o dono aprenda a utilizá-la de forma controlada e certa, para ampliar a sua eficácia.

Por isso, o uso da palavra não deve sinalizar apenas comportamentos indesejados. Por exemplo, o seu pet pega o chinelo e sai correndo pela casa. Se você for atrás dele, dando broncas, na tentativa de coibir o comportamento, o efeito pode ser o contrário. O cão, ao sentir que, com a atitude errada, ganhou atenção, pode fazer a ação mais e mais vezes.

Nesse caso, o correto seria falar “não” antes de o cachorro pegar o chinelo. Procure, também, não usar o nome do animal junto com o “não”.

Treinamento

Sente-se na frente do pet, coloque um petisco no chão e fale “não”. Você pode usar um borrifador de água quando o cão tentar pegar o petisco, interrompendo o ato antes que ele aconteça. Repita isso até que ele desista de pegar.

Quando você colocar o petisco no chão novamente e ele não tentar pegá-lo, dê a recompensa e elogie bastante. Você pode usar esse mesmo treinamento utilizando o chinelo ou outro objeto, por exemplo, avisando que ele não pode pegar o objeto e recompensando se ele não tentar.

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn