7 dicas pro filhote acertar o xixi

O treino para o filhote acertar as necessidades no local escolhido é um dos mais procurados pelos tutores. Dá para entender, claro, afinal, ninguém gosta de ter que limpar o xixi várias vezes ao dia, conviver com o cheiro forte e ter móveis e piso manchados, não é mesmo?

Por outro lado, é importante lembrar que, na natureza, não existem tapetes higiênicos ou jornal, ou seja, não é porque para nós o lugar certo é óbvio, que pra eles também é!

Dessa forma, é preciso ensiná-los com clareza, paciência e coerência, sempre respeitando o tempo de cada animal.

A seguir, separamos algumas estratégias que podem ajudar na missão!

1) Restrinja o espaço no início

Para aumentar as chances de acerto, não deixe o cão com acesso à casa toda quando tiver como supervisioná-lo.

2) Monte um banheiro atrativo

Disponibilize uma superfície absorvente de tamanho adequado (se precisar, una com fita crepe dois ou mais tapetes higiênico) e mantenha esse local sempre limpo. Os potes e a caminha do pet não devem ficar colados ao banheirinho.

3) Organize a rotina do cão

Ofereça a alimentação sempre no mesmo horário e na quantidade indicada pelo veterinário. Observe quanto tempo depois de comer ele leva pra se aliviar, para que você possa se organizar e estar atento nos momentos certos.

4) Recompense os acertos

Assim que o pet fizer xixi no lugar certo, recompense-se com petiscos e elogios. Isso deve acontecer depois que ele terminar, para não distraí-lo.

5) Ignore os xixi errados

Se o cão fizer xixi onde não deve, apenas ignore-o, tire-o do ambiente e limpe com um removedor enzimático (encontrado em pet shops)

6) Comece a dar mais liberdade aos poucos

Disponibilize mais tapetes higiênicos pela casa e vá liberando mais espaço pra ele aos poucos, Além disso, lembre-o frequentemente de se aliviar, levando-o até os tapetes.

E conte também com o acompanhamento de um profissional da Cão Cidadão. Acesse www.caocidadão.com.br para AGENDAR UMA AVALIAÇÃO GRATUITA com orientações.

Seu cão usa roupinha no frio? Comente aqui

As temperaturas mais baixas chegaram em boa parte do país e trouxeram desafio adicional para os tutores: mantê-los aquecidos e confortáveis. ❄️❤️

Uma das maneiras de proteger os pets mais friorentos é com roupinhas. Mas e você, já experimentou colocar uma roupa no seu cãozinho? Ele gostou?

Se você não tem certeza se seu pet precisa de uma roupinha, observe alguns sinais. Coriza, tremores e busca por locais fechados indicam que ele pode estar com frio. Por outro lado, respiração ofegante e se deitar no chão indicam que ele pode estar com calor.

Uma boa estratégia é oferecer opções para o seu pet escolher, como uma cama mais quente e outra mais fina. Já em relação às roupas, prefira tecidos confortáveis, como algodão, e evite zíperes. Lembre-se de tirar a roupa se o pet for sair ao sol ou fizer atividades intensas.

Seu pet é friorento? Gosta de usar roupinha no frio? Compartilhe suas experiências nos comentários! 💬👇

5 dicas pra fazer o pet se interessar pelos brinquedos!

ilhotes normalmente adoram morder nossos pés, calcanhares e mãos. Além disso, também adoram destruir itens como chinelos (o campeão!), meias, carregador do celular, fone de ouvido e controle da TV, não é mesmo?!

Mas o que tudo isso tem em comum? Nosso cheiro e, no caso dos objetos, a nossa manipulação diante do filhote! Por serem muito curiosos, eles estão sempre de olho naquilo que temos nas mãos e, provavelmente, irão interagir com esses itens também. Como? Mordendo!

Por isso, separamos a seguir dicas de como transformar o brinquedo em algo irresistível para o seu pet:

1) Transfira seu cheiro para o brinquedo. Fique um tempo com ele nas mãos, esfregue no seu corpo ou até mesmo coloque no meio do cesto de roupas sujas.

2) Manipule o brinquedo algumas vezes por dia, para que o seu filhote comece a se interessar por ele. 

3) Tenha vários tipos de brinquedos para testar: bolinha, pelúcia, mordedores, brinquedos de nylon duro, recheáveis, etc. Importante: supervisione as primeiras brincadeiras com brinquedos novos, para evitar acidentes.

4) Estimule e ensine-o a brincar! Sente no chão para brincar com ele, perceba qual textura ele prefere e qual movimento chama mais atenção. Lembre que a pelúcia, por exemplo, é equivalente a uma presa. E uma presa não ficaria parada no cesto de brinquedos ou no chão. Ela correria, se esconderia, apareceria de repente… Tente simular uma caça e veja o que acontece! 

5) Tudo que fica muito disponível não é valorizado! Evite deixar todos os brinquedos ali, espalhados. Faça um rodízio entre eles. Selecione alguns para deixar disponível e guarde os outros. Depois de 2 ou 3 dias, faça a troca. Assim, sempre terá novidade!

Mais de 1 MILHÃO de cães do Reino Unido têm medo de pessoas com barba, bigode e tatuagens

Seu pet fica com medo quando vê alguém de barba? Pois saiba que ele não é o único! De acordo com uma pesquisa realizada pela Guide Dogs, uma instituição britânica que treina cães-guia, mais de 1 milhão de cães no Reino Unido têm essa reação.

A Guide Dogs utiliza essas informações para melhorar o treinamento dos cães-guia, enfatizando a exposição dos filhotes a uma ampla variedade de pessoas desde cedo. Isso ajuda os cães a se tornarem mais adaptáveis e menos medrosos, qualidades essenciais para um cão-guia eficiente.

O estudo, que entrevistou 2 mil pessoas, não utilizou metodologia científica, então os dados devem ser vistos com cautela. Ainda assim, é possível tirar insights valiosos sobre a importância de socializar os pets desde filhotes, apresentando a eles indivíduos de diferentes aparências, além de outros estímulos.

🐾Já para quem tem um pet que não é mais filhote e apresenta esse tipo de medo, indicamos buscar ajuda de um profissional de adestramento, como os da Cão Cidadão. Envie uma mensagem para saber mais!

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira avaliação gratuita com orientações (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!