‘Filhotes’ é tema de palestra da Cão Cidadão

noticia_filhotesPara quem deseja aprender um pouco mais sobre o comportamento dos filhotes, a equipe de adestradores da Cão Cidadão vai realizar hoje, 1 de novembro, às 17h, uma palestra gratuita sobre o tema na Pet Center Marginal, em São Paulo.

Se você está com um filhotinho em casa e está cheio de dúvidas, não perca essa oportunidade!

Afinal, em alguma situações, é um tal de morde para cá, chora para lá e, nessas horas, muitos donos ficam sem saber como lidar com o comportamento do pequeno.

Antecipamos abaixo algumas orientações que podem ajudá-lo no dia a dia com o filhotinho. Confira:

Primeiros dias

Geralmente, a adaptação é mais fácil para o filhotinho se ele ficar em um local onde ele tenha a companhia das pessoas da casa, em vez de um lugar distante e pouco visitado, como a área de serviço, por exemplo. Depois de alguns dias, quando ele já estiver habituado com novo lar e pessoas, o filhote poderá dormir em outro local, pois estará mais confiante.

Choro

Para que o filhote chore menos durante as primeiras noites, providencie, se possível, um pano com o cheiro da mãe e dos outros filhotes, pois um odor familiar poderá acalmá-lo.  Se o filhotinho continuar chorando, o ideal é ignorá-lo até que ele pare. Se sempre que o filhotinho chorar, alguém aparecer, mesmo que seja para dar uma bronca, ele poderá aprender a chorar cada vez mais, pois esse comportamento é recompensado com a chegada de alguém.

Mordidinhas

Por volta dos três meses, já se inicia a troca dos dentes de leite do cãozinho. Essa fase se estende até os sete meses e, por isso, durante esse período, podem ocorrer vermelhidão, inchaço e irritação na gengiva dele. Para se aliviar dessa irritação, os filhotes saem mordendo tudo o que encontram pela frente. Você pode ajudá-lo, oferecendo objetos ou brinquedos geladinhos. Isso vai ajudar a minimizar a coceira.

Quer ler outras orientações? Acesse a nossa seção dicas!

Esperamos você na palestra de hoje! Não se esqueça: a partir das 17h, na Pet Center Marginal.  

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Mordidas dos filhotes: como lidar com esse comportamento?

mordida-de-filhoteQuem tem ou já teve um filhotinho em casa sabe muito bem que eles adoram morder tudo e todos. Mordem mãos, pés, sapatos, pernas das cadeiras, mesas e a lista não termina. Mas, afinal, como lidar com essas mordidas dos filhotes?

Por que eles têm esse hábito?

Por volta dos três meses, já se inicia a troca dos dentes de leite do cãozinho pelos permanentes. Essa fase se estende até os sete meses e, por isso, durante esse período, podem ocorrer vermelhidão, inchaço e irritação na gengiva do filhote. Para se aliviar dessa irritação, surgem as famosas mordidas dos filhotes: eles saem mordendo tudo o que encontram pela frente!

Como melhorar esse comportamento?

Com relação ao desconforto que o filhote sente nas gengivas, o ideal é que ele tenha muitas opções de brinquedos para morder, já que esse é um comportamento natural e instintivo, visando o alívio das sensações ruins. Ofereça brinquedos específicos para os cães que estão nessa fase, com diferentes formas, texturas e tamanhos.

Deixe esses objetos nos ambientes em que ele frequenta e o incentive a brincar.

Outra dica é congelar os brinquedinhos dele, já que o gelo tem efeito anestésico, o que poderá aliviar a sensação de irritação na gengiva do pequeno.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0