Previna-se contra as fugas do pet

dicas_interna-caes-q-fogem

Antes de falar em treinamento, é importante que os donos de bichinhos de estimação estejam preparados para emergências de diversos tipos, incluindo fugas.

O primeiro passo, antes de pensar em qualquer tipo de ensinamento, é disponibilizar ao pet uma coleira com plaquinha de identificação, para que ele seja encontrado de imediato, caso se perca. “Esse objeto pode ser uma medalhinha com o seu telefone, por exemplo, e, de preferência, que não saia fácil. Um chip debaixo da pele, colocado pelo veterinário, pode ser uma saída”, explica Alexandre Rossi, zootecnista e especialista em comportamento animal.

O pet pode fugir por diversos motivos, entre eles, ter sido atraído por um barulho diferente, ter avistado outro animal ou por ter sentido algum cheiro que despertou seu interesse. Se isso acontecer, além de ser um momento muito triste e estressante para o dono, a fuga pode representar um grande perigo para a vida dele. As chances de acidentes e atropelamentos são muito grandes, por isso, é necessário se prevenir.

Treinamento

Em relação ao treinamento, é importante que ele nunca consiga escapar. “Caso eles consigam, certamente vai achar muito legal, porque sentirão cheiros, encontrarão outros cães e estímulos, e a atitude poderá fazer com que a gente corra atrás deles para buscá-los, o que, para os cães, é muito gratificante”, ressalta Alexandre.

Como dica, para garantir que ele não fuja, os treinamentos devem ser realizados com uma guia mais comprida. “Dessa forma, o fato de ele estar preso não será tão óbvio assim e você conseguirá controlá-lo melhor”, enfatiza o especialista.

Leve-o para caminhar e te acompanhar nas dependências da casa. Sempre o recompense quando ele te obedecer. Quando você passar do portão para fora, ele não poderá te acompanhar.

Com a ajuda de uma pessoa, é preciso frustrar o animal com a guia para que ele entenda que da porta para fora precisa estar acompanhado. “Se ele for atrás de você, fale não. Mas lembre-se de que, por melhor que seja o treino, existe a chance de ocorrer algo inesperado. Por isso, tome sempre as precauções e treine-o com frequência”, finaliza.

Fonte: Pet na Pan

Gostou desta dica? Se quiser contratar os profissionais em comportamento animal para realizar o adestramento, fale com a Central de Atendimento da Cão Cidadão, pelos telefones: 11 3571-8138 (São Paulo) e 11 4003-1410 (demais localidades).

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Como evitar a fuga de cães

dicas_interna_fuga_animais

Quando se trata da fuga de cães, os motivos podem ser diversos. Basta apenas uma brechinha no portão ou um descuido na hora de entrar ou sair com o carro da garagem, que pronto!

O pet pode ter sido atraído por um barulho diferente e resolveu investigar, pode ter avistado outro animal e, assim, decidiu persegui-lo etc.

Além de ser um momento muito triste e estressante para o dono, a fuga de cães representa um grande perigo para a vida deles. As chances de acidentes e atropelamentos, infelizmente, existem, ainda mais com tantos atrativos, cheiros e diferentes estímulos ao redor.

Como evitar?

Plaquinha de identificação

Antes de qualquer coisa, é preciso saber que a identificação dos cães é muito importante para garantir a segurança deles. Uma plaquinha na coleira, com o nome e o telefone do dono, pode fazer a diferença caso o pet se perca e alguém o encontre.

Estabeleça limites

Você pode ensinar o seu cão a não sair pelo portão sem a sua autorização. Pode parecer algo difícil, mas, com paciência, persistência e reforço positivo, você conseguirá!

1. Comece o aprendizado usando a guia. Aproxime-se do portão, brinque com o cão e vá para a rua. Ele naturalmente te seguirá, então, com a guia, impeça-o de sair e diga “Não!”.
2. Repita esse exercício algumas vezes, até que o cão tenha compreendido o que se espera dele e se recuse a ir para a rua. Quando isso acontecer, não se esqueça de elogiá-lo e recompensá-lo com algo que ele goste bastante!
Importante: não permita que o cão saia para a rua, para depois corrigi-lo. Você não pode repreender o cão por obedecê-lo!
3. Jogue um brinquedo que ele goste na calçada e aguarde pela reação dele. Mantenha-o, claro, preso à guia! Caso ele tente buscá-lo, frustre a tentativa.
4. Repita o exercício várias vezes e o recompense sempre que ele se manter firme e não sair.

Animais perdidos

Infelizmente, alguns donos estão à procura de seus bichinhos, que se perderam. Se você encontrar algum desses animais, entre em contato o quanto antes. Eles estão cadastrados no site Cachorro Perdido, parceiro da Cão Cidadão.

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0