Seu cachorro faz xixi no lugar errado? Veja como resolver

Seu cachorro faz xixi no lugar errado? Veja como resolver / Photo by JC Gellidon on Unsplash

Logo que um cachorrinho chega à sua nova casa, uma das principais preocupações dos tutores é evitar que façam xixi no lugar errado. Porém, muitos donos encontram grande dificuldade nessa missão.

Se você está enfrentando dificuldades para ensinar seu cachorro a fazer as necessidades no lugar correto, fique tranquilo. Este artigo irá te explicar tudo o que você precisa saber para conseguir treinar seu cãozinho a não fazer xixi no lugar errado.

Motivos que podem levar o cachorro a fazer xixi no lugar errado

É muito comum que filhotes façam, vez ou outra, cocô e xixi no lugar errado. Entretanto, se esse comportamento permanece mesmo com você se dedicando para ensiná-lo a usar o local certo para as suas necessidades, é preciso investigar as razões que podem levar a esse comportamento indesejado.

Os motivos mais comuns para fazer xixi fora do lugar são:

Poucas idas até o banheiro

Algumas vezes, os cachorros acabam fazendo xixi no lugar errado pois seus tutores não o levam para fazer suas necessidades a quantidade de vezes necessária e eles acabam não conseguindo segurar por tanto tempo (principalmente os filhotinhos).

Quando estão aprendendo onde é o local correto, é importante que os donos dos animais os levem várias vezes ao dia até a área destinada para que possam fazer xixi e cocô. Os horários principais para isso são logo depois que comem, pela manhã quando acordam, quando eles já ficaram um certo tempo sem fazer xixi, ou ainda quando eles começam a dar sinais de que estão procurando um lugar para fazerem suas necessidades, como ficar cheirando o chão ou dando volta em torno de si mesmo.

Má escolha do local

Cachorros evitam fazer suas necessidades perto de onde comem e dormem. Por isso, procure manter o banheiro do cãozinho longe de seu comedouro, bebedouro e caminha.

Além disso, é importante ter em mente que filhotes não conseguem segurar a vontade de fazer xixi e cocô por muito tempo. Então, esse local não deve ser muito longe de onde ele irá passar a maior parte de seu tempo brincando. Para evitar acidentes, o ideal é oferecer mais de um local como banheiro até que ele aprenda direitinho o local correto de fazer suas necessidades.

Banheiro pequeno

Algumas vezes o cachorro chega ao local correto para fazer suas necessidades, mas acabam fazendo um pouco fora do lugar exato. Isso pode acontecer se a área estipulada para ser o banheiro do animal for muito pequena. Tenha em mente que a área determinada para o cão fazer suas necessidades deve ser grande o suficiente para ele entrar e dar voltas.

Para resolver essa situação, é só aumentar o espaço definido como o banheiro do animal, cobrindo uma área maior com tapetes higiênicos, por exemplo.

Tipo errado de material

Cães preferem fazer suas necessidades em locais com uma superfície absorvente. Na natureza, eles irão escolher uma área com grama ou terra para se aliviarem. Em sua casa, você pode oferecer ao seu bichinho uma área do gramado ou jardim destinada a essa finalidade. Caso não haja esse espaço em sua casa, você pode utilizar tapetes higiênicos, grama sintética com caixa absorvente ou só a caixa com grade e jornal embaixo.

Caso seu animalzinho não esteja se adaptando a um tipo de material, você pode tentar outras opções e ver se ele se sente melhor com elas.

Higiene inadequada

Ninguém gosta de usar um banheiro sujo, nem os cachorros. Por isso, mantenha sempre limpa a área escolhida que o animal faça suas necessidades. Assim, você evita que ele procure outro lugar para fazer xixi e cocô.

Problemas comportamentais e de saúde

Em alguns casos, os cães fazem xixi no lugar errado por problemas comportamentais, como demarcação de território, ansiedade de separação ou excesso de submissão, ou até mesmo por problemas de saúde, como infecção ou incontinência urinária.

É preciso que os donos estejam atentos e avaliem os motivos que levam o cachorro a não conseguirem fazer suas necessidades no lugar adequado. Se observarem algum comportamento estranho ou fora do comum, procure um veterinário. Ele poderá te ajudar a identificar o que pode estar causando o problema.

Cuidado: xixi e cocô só fora de casa pode gerar problemas

Alguns tutores de animais preferem, por diversos motivos, levar seus cachorros para fazerem suas necessidades somente fora de casa. Entretanto, esse tipo de condicionamento pode acabar causando situações incômodas para os donos e problemas sérios de saúde para o cachorro.

Cães criam hábitos rápido. Se você começar a levar o animal para fazer suas necessidades na rua sempre no mesmo horário, ele irá se adaptar a essa rotina e cobrará que você o leve sempre naquele período. Se por algum motivo você não puder cumprir esse cronograma, o cachorro poderá acabar fazendo suas necessidades fora do lugar ou pior! Ele poderá segurar o xixi por muito tempo e esse comportamento pode causar problemas sérios de saúde ao animal, como infecções ou outras doenças relacionadas ao trato urinário.

Por isso, por mais que você prefira que seu cão se alivie na rua, é muito importante que você também ofereça opções de banheiro para ele dentro de casa e o estimule-o a utilizá-lo de vez em quando. Assim, nem você e nem seu cachorro terão problemas.

Como ensinar o cachorro a fazer as necessidades no lugar certo

A melhor forma de ensinar o cachorro a ter um comportamento que desejamos é recompensando-o quando ele age da forma esperada. Ou seja, sempre que seu cãozinho fizer xixi ou cocô no lugar certo, você deverá recompensá-lo com algum petisco e muito carinho. Assim, ele irá associar esse comportamento a algo agradável e irá repetir a ação esperando a recompensa.

Para que ele entenda corretamente qual comportamento está gerando sua reação positiva, você precisa agir na hora certa. Então, quando você levar seu cachorro para o banheiro, fique com ele até ele terminar e, logo após ele fazer o que precisa, você deve recompensá-lo. Não faça uma festa muito barulhenta, pois isso pode assustar o animal e ter o efeito reverso do que você deseja. Repita essa ação sempre que ver seu cachorro usando o banheiro da forma certa e, com o tempo, ele irá entender que é isso que você espera dele.

Se o cachorro fizer xixi no lugar errado, não brigue com ele, pois ele pode se assustar, ficar com medo de fazer suas necessidades na sua frente e começar a fazer escondido. O ideal é sempre se adiantar e levar o animal para fazer xixi antes que ele tenha vontade e faça no lugar errado.

Caso você chegue em casa e encontre um xixi fora do lugar, também não dê bronca no cãozinho, pois ele nem saberá o motivo pelo o qual você está bravo com ele.

Nesse caso, o que você deve fazer é limpar muito bem o local, sem que ele veja, para que não fique nenhum cheiro de urina ou fezes, o que pode estimular o bichinho a fazer suas necessidades no mesmo lugar outras vezes. Para essa limpeza, você pode usar um removedor enzimático, pois esse produto retira completamente o cheiro do xixi e cocô do cachorro das superfícies.

Pronto, agora que você já sabe tudo sobre como ensinar seu cachorro a não fazer mais xixi no lugar errado é só começar o treino e construir uma relação mais agradável com seu animalzinho.

Quer receber em seu e-mail informações como essa e muitos outros conteúdos sobre o mundo pet? Assine nossa newsletter e não perca nada do que postamos por aqui.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Cuidados para deixar o cão sozinho em casa

https://www.flickr.com/zenjazzygeek
https://www.flickr.com/zenjazzygeek

Por Malu Araújo, adestradora e consultora comportamental da equipe Cão Cidadão.

Com uma vida agitada e repleta de compromissos, os donos ficam com peso na consciência de deixar o cãozinho sozinho em casa. Mas não é porque o cachorrinho ficará sozinho, que a situação precisa ser chata. Para entretê-lo, use e abuse do enriquecimento ambiental. Deixe o ambiente mais interessante para o pet realizar atividades e ofereça brinquedos que ele possa utilizar sem a presença dos donos.

Existem diversos modelos de brinquedos que substituem os potinhos de comida do cão, fazendo com que ele tenha mais trabalho para conseguir se alimentar e, consequentemente, gaste mais energia.

O mercado conta com brinquedos de tabuleiro, cujo objetivo é tirar ou arrastar uma pecinha para conseguir comer o alimento, existem algumas bolinhas ocas e com um furinho, que o cachorro vai girando e o alimento sai aos poucos, e também há opções de brinquedos feitos com material reciclável, como a garrafa pet, que todo mundo pode produzir em casa. Retire o rótulo, faça em média uns três furinhos na garrafa (o tamanho do furo deve ser suficiente para sair o que foi colocado dentro, mas não enorme para que saia tudo de uma única vez).

O ideal para ser colocado nesses brinquedos é o próprio alimento do pet. Petiscos também são indicados, mas não podem ser usados em excesso.

Outra coisa importante é não esperar para deixar o cachorro sozinho somente quando for necessário. Faça isso em algumas atividades da rotina, para que ele entenda que não tem problema ficar sozinho e que o dono vai voltar. Por exemplo, monte um desses brinquedos para ele e o deixe brincando, enquanto você estiver tomando um banho.
Um passeio na rua também ajuda o cachorro a ficar mais relaxado quando for ficar sozinho.

Fonte: Pet Shop Magazine.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Ansiedade de separação durante o Carnaval

ansiedade
Photo credit: Apenas Imagens / Foter / CC BY

O feriadão de Carnaval está chegando e, apesar de muitos foliões não estarem com viagem programada, aparecem sempre aqueles convites para acompanhar blocos, participar de churrascos na casa de amigos e outras confraternizações.

Alguns donos de animais de estimação podem se sentir divididos com a situação, afinal, é só ameaçar sair de casa que o cão já entra em desespero, latindo bastante, destruindo objetos, entre outros comportamentos. Como agir diante da ansiedade de separação?

“Se o seu cão for ansioso demais, mudar a rotina dele pode piorar esse comportamento. O ideal é, antes de sair de casa, deixar brinquedos para que ele possa se entreter durante a sua ausência. Se possível, não altere a rotina de alimentação dele, pois isso pode deixá-lo ainda mais ansioso”, informa a adestradora da equipe Cão Cidadão, Tatiana Casari, que atende à região de Campinas.

Para cães que seguem a linha “destruidor e bagunceiro”, Tatiana também recomenda deixar o ambiente em que o pet vai ficar durante a sua ausência o mais seguro possível, colocando os objetos perigosos longe do alcance dele.

“Mantenha-o no lugar de costume e tente não deixá-lo ansioso, pois a ansiedade, muitas vezes, pode fazer com que ele destrua os objetos. Dê opções de brinquedos para ele roer e se divertir, e use produtos repelentes (encontrados em pet shops) nos móveis da casa para protegê-los do cão destruidor. Outra dica é sempre evitar fazer muita ‘festa’ nas chegadas e tornar as despedidas lamentosas nas partidas. Isso ajuda o cão a sentir menos ansiedade com a sua ausência, pois torna esses eventos mais naturais para ele”, indica.

Lembre-se: treinos de adestramento sempre ajudam os cães ansiosos e bagunceiros.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0