Tire suas dúvidas sobre o enriquecimento ambiental

Photo credit: Emery_Way / Foter / CC BY
Photo credit: Emery_Way / Foter / CC BY

A falta de atividades apropriadas, muitas vezes, pode fazer com que o seu cachorro fique ocioso e com tédio, gerando alguns problemas comportamentais, como compulsão (ele pode lamber a pata até feri-la, por exemplo), ansiedade de separação, destrutividade, entre outros.

Investir no enriquecimento ambiental para o pet, ou seja, oferecer a ele estímulos que incrementem o ambiente dele, é uma dica bastante importante. Ofereça brincadeiras leves e brinquedos diversos, para justamente tirá-lo dessa chateação!

Alexandre Rossi, zootecnista especializado em comportamento animal, dá algumas dicas para envolver seu bichinho em atividades que sempre o mantenham ocupado. Você sempre deve ter alternativas de diversão para todos os momentos, principalmente para aqueles em que você não puder dar atenção a ele.

Faça ele procurar o próprio alimento

Esconda petiscos em diversas partes da casa e faça com que ele os procure. No início, coloque em locais fáceis e, com o tempo, dificulte a tarefa. Apenas fique atento para não colocar as comidinhas em lugares indesejados.

Ofereça comida de um jeito diferente

Coloque a ração em uma garrafa pet e faça furos nas laterais, para que ele coma a ração pouco a pouco. No começo, faça buracos grandes e depois vá diminuindo o tamanho. Dessa maneira, ele terá entretenimento por horas.

Desafie e instigue a curiosidade dele

Você pode oferecer brinquedos mastigáveis ou objetos variados para ele brincar de roer e destruir. Isso porque muitos cães gostam do desafio de arrancar pedaços e despedaçar coisas, como ossos de couro, bichinhos de pelúcia, bolas, garrafas pet e até coco verde. Uma boa opção também é embrulhar petiscos em pedaços de papel e deixar o próprio cão rasgar a embalagem. A única ressalva é para os animais que engolem de tudo, pois, nesse caso, você só pode dar objetos digeríveis, que não machuquem e que não causem obstrução gástrica.

Ajuste a casa às necessidades dele

Não reprima seu cãozinho quando ele fizer bagunça. Provavelmente, ele deve estar ansioso e quer atenção. Pelo contrário, tente ajustar as coisas para equilibrar as atividades dele com a ambientação doméstica. Por exemplo, você pode fixar os tapetes no chão e tirar objetos que podem ser derrubados.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Comida de humano

Photo credit: waitscm / Foter / CC BY
Photo credit: waitscm / Foter / CC BY

Você dá comida de humano para o seu cachorro?

Se sim, é preciso ficar atento, pois isso pode ser prejudicial para o seu amigão! Muitas vezes, os donos não sabem que, além de desbalancear a alimentação do pet, a comida de humano pode ser tóxica para os animais.

Essa atitude também pode comprometer a saúde alimentar o pet, pois, em algum momento, ele não sentirá mais vontade ou começará a deixar a ração dele de lado, para comer apenas a comida dos donos.

Alimentos prejudiciais ao cão

Alguns alimentos que não oferecem risco aos humanos, para os cães, podem ser bem perigosos. O ideal é alimentar o animal apenas com uma ração de boa qualidade.

Abaixo, fizemos uma lista de alguns dos alimentos que não podem ser dados aos pets. Confira:

– Chocolate

– Cebola

– Uva 

– Ossos de frango

Falta de apetite

Na maioria das vezes, isso acontece pelo fato de ele ter comida à vontade o dia todo. Uma dica muito importante é oferecer apenas a quantidade certa de ração para o cão, indicada na embalagem da ração. Caso ele não coma tudo, retire o pote e guarde, depois coloque novamente.

Evite acrescentar à ração frango, carne etc. Isso pode piorar o paladar do cão, pois ele pode aprender a recusar a ração simples para ganhar a incrementada!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0