Brigas entre cães desconhecidos

https://www.flickr.com/photos/jganderson/2932918933/
https://www.flickr.com/photos/jganderson/2932918933/

As brigas entre cães são um problema relativamente comum e podem acontecer por diversos motivos: territorialismo, ciúme, medo, associação com perda e muito mais. Entre as principais causas desse problema, podemos destacar a sociabilização feita da maneira errada.

A sociabilização nada mais é do que apresentar o seu cão a diversos estímulos e situações diferentes, para que ele aprenda a lidar com elas da melhor forma possível. É uma maneira de fazer com que ele conheça o mundo, as pessoas e os animais, e aprenda a conviver em harmonia com cada uma dessas coisas. Assim, se feita da maneira correta, será mais fácil para ele conhecer outros cães e pessoas diferentes.

Infelizmente, nem todos os cães passam por esse processo e acabam estranhando outros cachorros e situações com as quais não estão acostumados, causando brigas e reações agressivas todas as vezes que se encontra em uma situação na qual ele se sente desconfortável.

Esse processo de adaptação deve acontecer durante os primeiros três meses de vida do animal, pois isso contribui não só para a convivência dele com outros animais e pessoas, mas também para o seu bem-estar, pois evitará que ele sinta medo ou desconforto em certas situações.

Alguns cães são mais medrosos do que outros, porém, com a sociabilização feita da maneira correta, é possível minimizar esses efeitos. Neste artigo, você pode saber um pouco mais sobre o assunto e conferir dicas para realizar esse processo da melhor maneira com o pet.

No caso das brigas entre cães desconhecidos, muitas vezes as pessoas se esquecem de que uma boa apresentação entre os animais e o comportamento do dono em relação a situação influenciam (e muito) na maneira como o bicho encara esses momentos.

A pergunta é: como você reage quando está passeando com o seu cachorro e outros animais se aproximam? Se a resposta for ficar apreensivo e tenso, puxar a coleira e se preparar para conter o cão, está aí o problema. Cães captam muito facilmente o estado de espírito dos donos e reagem de acordo com a situação. Se você está nervoso quando algum cão desconhecido se aproxima, o seu pet perceberá o sinal de perigo no ar e ficará agressivo quando se encontrar com outros bichinhos.

Sendo assim, é imprescindível que você mantenha a calma e aja naturalmente durante esses encontros, pois o seu cão ficará mais calmo se perceber que você também está tranquilo. Além disso, é possível realizar treinos, ensinando o pet a associar a presença de outros animais com coisas positivas e que ele goste.

Para isso, procure utilizar brinquedos ou petiscos e, quando estiverem passeando e avistarem outro animal vindo na sua direção, chame a atenção do seu cão e mostre o brinquedo favorito dele, ou ofereça uma guloseima gostosa, tirando a atenção dele do outro bichinho. A repetição desse treino fará com que o seu pet associe a presença de outros animais a coisas das quais ele curte.

É importante destacar que a sociabilização pode ser aprimorada em qualquer momento da vida do pet, pois os cães são animais que estão em constante aprendizado. Basta dedicação, carinho e paciência!

Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Brigas entre cães

Photo credit: steve.mullis / Foter / CC BY
Photo credit: steve.mullis / Foter / CC BY

É só sair de casa e encontrar outros cachorros que o seu pet começa a rosnar, latir e ir para cima do outro, querendo arranjar briga. Esses problemas geralmente acontecem quando a sociabilização do cão não foi feita da forma correta.

As brigas entre cães são perigosas e podem resultar em acidentes sérios, por isso, reunimos algumas dicas que podem te ajudar a evitar essa situação!

Como evitar?

O primeiro passo é prestar atenção na sua postura, quando leva o cão para passear. Como você reage ao avistar outro cachorro? Tudo o que você faz e demostra influencia o comportamento do seu pet, sabia disso? Se você fica apreensivo, amedrontado ou toma alguma precaução excessiva toda vez que um outro pet está passando por perto, o seu cachorro pode interpretar isso como sinal de perigo e ficará cada vez mais agressivo quando encontrar outros cães.

Os animais captam com muita facilidade o nosso estado de espírito e, por isso, é difícil enganá-los, então, disfarce sua ansiedade ou procure realmente ficar calmo, pois isso ajudará a evitar a briga. Porém, esteja sempre pronto para repreender qualquer comportamento agressivo.

Uma dica de treino é fazer com que o seu cachorro associe a presença de outros pets com coisas positivas. Para isso, você pode usar alguns truques, por exemplo: toda vez que ele avistar outro animal ou quando você fizer isso, chame a atenção dele, mostre o brinquedo favorito e o convide para brincar.

Essa atitude irá distraí-lo de tal maneira, que fará com que o outro pet passe despercebido. Você também pode distraí-lo com um petisco. A repetição desse treinamento fará com que o seu cãozinho associe a presença de outro animal com brincadeiras ou recompensas, fazendo com que ele olhe para você esperando receber um dos dois.

É importante saber

1. Cachorros bem sociabilizados dificilmente arranjam brigas com cães desconhecidos, que são amigáveis. Se você tem um filhote, sociabilize-o, e o acostume a outras pessoas e estímulos.

2. Sempre é possível melhorar a sociabilização, não importa a idade do seu cão! Procure a ajuda de um profissional de adestramento para ajudá-lo nesse processo!

Outras dicas

– Não demonstre ao animal que está se preparando para agarrar ou puxar a guia, e também não deixe a guia tensa ao passar por outro animal.

– Não o recompense quando ele mostrar agressividade. Atraia a atenção dele no exato momento em que avistar o outro cachorro e ANTES que ele mostre qualquer sinal de agressão.

– Entenda que esse processo, muitas vezes, exige habilidade e paciência, e se a correção for feita no momento errado, pode piorar a situação. Por isso, se não tiver experiência suficiente, procure um profissional.

Fonte: livro Adestramento Inteligente, de Alexandre Rossi.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Apresentando um cão ao outro

mais-de-um-pet

Já tem um cãozinho em casa e resolveu ter um outro? Para que não ocorram brigas, é preciso apresentá-los de forma amigável antes, já que o primeiro pode sentir ciúmes do novo amiguinho e querer defender o território que inicialmente era apenas dele.

Antes de tudo, os cães devem ser apresentados fora de seus territórios e é preciso mostrar que você é o líder, para que tudo dê certo e não saia nenhuma briga.

O que fazer?

Escolha o local
Faça a apresentação dos pets aos poucos e em um local neutro, não muito familiar a eles. Pode ser na rua, por exemplo. Cada cão fica em uma calçada, controlado pela guia por um condutor, em uma distância suficiente para um não provocar o outro.

Mostre o comando
Seja firme na apresentação dos pets. Cada um pode dar olhadas rápidas para o outro, mas sem ficar encarando fixamente ou puxar o condutor. Se o cão fizer o que não deve, dê um puxão rápido na guia, para causar um desconforto e um pequeno susto. Se ele insistir em ficar encarando, procure distraí-lo com brinquedos.

Reduza a distância
Aos poucos, vá reduzindo a distância entre os cães, caminhando lado a lado, em uma única direção, evitando que ambos se encarem. Se surgir qualquer sinal de hostilidade, a caminhada deverá ser interrompida e o treino recomeçará da primeira fase. O procedimento termina quando a aproximação dos cães durante a caminhada for tal que eles fiquem encostados um no outro e se mantenham pacíficos.

Brigas entre os cães
O risco de ocorrer alguma briga é pequeno, mas, vale a pena ser prudente e estar preparado para interromper um eventual incidente.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Brigas entre cães: como agir?

separar-brigasVocê sabe o que fazer quando começam as brigas entre cães?

Abaixo, separamos algumas dicas, mas é necessário realizá-las com bastante cautela.

Caso essa seja uma situação que o deixe inseguro, o melhor é procurar o auxílio de um profissional de comportamento animal.

A primeira coisa que se deve evitar é gritar, principalmente se um dos cães for seu, pois ele achará que você está em perigo ou o estimulando a brigar ainda mais.

O que se deve fazer é jogar algo entre eles ou na direção deles, que não os machuque, mas que seja grande e barulhento, para tirar a concentração deles da briga. Se nada disso for suficiente para interromper o confronto entre eles, existe outra técnica, que consiste em agarrar o rabo dos briguentos, ou pelo menos do cão agressor, levantar as patas de trás do chão e sair andando em círculos com ele ou para trás, evitando, assim, que ele consiga mordê-lo.

Ao levantar as patas traseiras do cão, você tira a tração para o ataque e dificulta a respiração dele, portanto o cão, além de ser obrigado a se concentrar para não cair com o focinho no chão, terá que soltar o adversário para conseguir respirar direito.

Mas, atenção: não puxe de uma vez, pois a tração pode causar ferimentos ao pet. Cães separados podem transferir a agressividade para a primeira coisa que estiver ao lado, por isso, tome cuidado!

Trecho tirado do livro “Adestramento Inteligente”.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0