Dicas para ajudar o cão na grande final da Copa!

final-copaNeste final de semana tem jogo novamente! No sábado, o Brasil jogará pelo terceiro lugar e, no domingo, será a vez da grande final: Alemanha e Argentina se enfrentarão para ver quem levanta a taça de campeão do mundo. E aí, vocês vão acompanhar? Para quem vai ser a torcida?

Como é a grande final, bem provavelmente haverá fogos para todos os lados e, consequentemente, os pets podem sofrem com tamanha festa. Mais uma vez o cãozinho, aquele que tem medo, vai correr, se esconder e tentar ficar pertinho do dono – tudo isso para se sentir protegido. Mas, que tal treinar com ele algumas dicas e ajudá-lo nessa hora decisiva? Ao longo do mundial, de 12 de junho a 13 de julho, postamos aqui e no Facebook da Cão Cidadão diversas dicas sobre como ajudar o pet a superar o medo do barulho e dos fogos. Você conseguiu seguir todas elas e ajudar o pet?

1º dica: Entretenha o pet: Durante a comemoração, quando começarem os fogos, entretenha o pet com algumas brincadeiras. Tente sempre deixá-lo bem relaxado. Pegue um brinquedo que ele goste e um petisco, e faça com que ele se sinta à vontade enquanto os fogos são soltos. Uma boa dica, se possível, é colocar o petisco em um brinquedo para que o pet consiga brincar enquanto tenta comer, fazendo com que ele tenha um enriquecimento ambiental.

2° dica: incentive a comemoração: Para deixar o pet mais à vontade com a situação, você pode, por exemplo, estourar algumas bexigas e incentivá-lo a comemorar, batendo palma e festejando com ele. Mas, importante: faça isso de forma gradativa, em um ambiente distante e, quando ele começar a gostar da brincadeira, você pode reduzir a distância e aumentar o número de bexigas para ele perseguir e estourar. O ideal é fazer esse treino com certa antecedência ao jogo e, na hora da partida, ficar preparado com bexigas para entreter o cão na hora que os fogos começarem. Dessa forma, o cão associará os rojões a uma comemoração.

3° dica: amenizando o medo dos fogos: Para ajudar o pet, você pode proteger as orelhas do cãozinho com algodões ou um tampão. Essa orientação pode ajudar a amenizar o problema do medo. Mas, lembre-se: essa técnica só funciona para aqueles que ficam com medo de barulho alto, sem a associação com fogos. Pratique essa técnica com o seu cãozinho e ajude-o a passar por mais essa sem medo!

4° dica: dê carinho e atenção ao pet: Pegue um brinquedo que ele goste, pode ser uma bolinha, por exemplo, e tente deixá-lo o mais relaxado possível. Caso ele não goste de brinquedos, tente chamar a atenção dele com um petisco, procurando associar os fogos a uma situação prazerosa. Tente dar atenção de forma calma para o animal. Muitos deles já ficam relaxados de ficarem apenas encostados no dono. Transforme o momento em uma brincadeira, associando os fogos a uma situação prazerosa!

5° dica: mantenha o pet identificado: Como já mencionamos, os pets são os que mais sofrem com os barulhos e os fogos. Alguns tentam até fugir, tamanho o desespero! Por isso, fique atento! Antes e durante o jogo, mantenha o portão sempre fechado. Deixe o pet sempre com uma plaquinha de identificação, pois, em caso de fugas, ela pode ser determinante para localizar o cãozinho.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn