Alimentação saudável: começando o ano com equilíbrio!

alimentacao-saudavel
Photo credit: donjd2 / Foter / CC BY

O ano está só começando, repleto de metas e objetivos que todos costumam estabelecer – não apenas para os humanos, mas para os pets também! Mais passeios, brincadeiras e uma alimentação mais saudável.

Realmente, proporcionar uma alimentação equilibrada para o animal de estimação é de extrema importância. Não oferecer alimentos de humanos e monitorar a frequência e a quantidade de comida consumida são alguns dos cuidados básicos que o dono deve ter.

Pensando no bem-estar do seu amigão, listamos algumas dicas que vão ajudar o peludo a ter uma alimentação mais saudável. Confira!

Ração

A ração é a maneira mais prática e segura de alimentar o cão, pois ela contém todos os nutrientes essenciais para o animal. Além disso, quando os cachorros mastigam a ração, eles acabam limpando um pouco os dentes devido ao atrito. Isso não acontece, por exemplo, quando o pet consome alimentos enlatados. Ofereça ao animal sempre uma alimentação equilibrada.

Cães que comem muito rápido

Pets que comem muito rápido podem estar sujeitos a vômitos ou danos no trato digestivo, como gastrite e até torção gástrica. Além disso, cães que comem vorazmente podem passar a falsa sensação de que estão sendo subalimentados, ou seja, passando fome, o que faz com que os donos ofereçam cada vez mais ração ao bichinho para saciá-lo.

Muitos cães que comem rápido demais não estão com fome, mas sim com o apetite aumentado. Podemos dizer que fome é a necessidade de comer para se manter nutrido, enquanto o apetite é aquela vontade de comer mais um pouquinho. Portanto, se o pet está comendo a quantidade de ração adequada para seu porte e idade, não aumente a quantidade na tentativa de saciá-lo. É bem capaz que ele coma tudo bem rápido e ainda peça mais!

Um truque bem simples para ensinar o cão a comer sua porção de ração de forma mais lenta é utilizar brinquedos que liberam os grãos ao serem manipulados: a clássica garrafa pet com furos é uma opção simples e eficaz. Outros brinquedos, como bolas que dispensam a comida, também são muito interessantes.

Falta de apetite

Na maioria das vezes, isso acontece pelo fato de ele ter comida à vontade o dia todo. Uma dica muito importante é oferecer apenas a quantidade certa de ração para o cão, indicada na embalagem da ração. Caso ele não coma tudo, retire o pote e guarde, depois coloque novamente.

Evite acrescentar à ração frango, carne etc. Isso pode piorar o paladar do cão, pois ele pode aprender a recusar a ração simples para ganhar a incrementada.

Em caso de dúvidas, consulte o veterinário!

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn