fbpx

Adquira agora mesmo o curso para adestramento de gatos!

Adestramento para animais com deficiência visual

Photo credit: lisahumes / Foter / CC BY
Photo credit: lisahumes / Foter / CC BY

Por Malu Araújo, adestradora e consultora comportamental da equipe Cão Cidadão.

Um animalzinho pode ter perda total ou parcial da visão por diversos motivos: acidente, idade, alguma doença – ou ele pode ter nascido nessa condição. No caso de pets que nasceram com algum tipo de debilidade na visão, a adaptação normalmente não requer muita interferência do dono. Já os animais que acabam perdendo a visão por outros fatores podem ser muito beneficiados com a ajuda do adestramento.

Como funciona o adestramento para animais com deficiência visual?

Os animais com essa condição precisam de uma rotina. Os donos devem evitar mudar móveis e objetos de lugar, para que eles não batam neles, por já estarem familiarizados com a disposição da casa.

Evitar também mudanças de cheiros é importante. Quando lavar a caminha ou outro item do pet, o ideal é procurar passar a mão dentro ou usar um cobertorzinho do bichinho, para que ele identifique novamente esse item com o cheiro do dono ou dele próprio.

A caminha, os potinhos de água e comida, além do banheiro, devem ser mantidos em um local conhecido e de fácil acesso. Caso precise mudar de ambiente, tente guiar o pet algumas vezes até o novo local, e depois observe se ele se desloca sozinho para o novo espaço.

Evite aparar os bigodes, tanto do gato como do cão, pois, para os animais com deficiência visual, o bigode funciona como uma “antena”: ele toca o objeto e se guia com mais facilidade.

Ensinar alguns comandos básicos também auxilia muito na adaptação da nova rotina. O uso de um apito, por exemplo, pode ajudar muito quando queremos chamá-lo. Quando ele se aproximar, recompensamos com um petisco e carinho, para que ele atenda sempre que for chamado.

Ensinar também o comando “para” pode evitar que um gato pule de algum lugar alto ou que o cão bata em algum móvel. O comando “fica” também é muito útil, por exemplo, para atender a porta de casa e receber uma visita.

Se o pet entende o comando “fica”, isso evita que ele saia na parte externa da casa, que pode ter uma escada, prevenindo um acidente.

Conte sempre com o auxílio de um profissional de comportamento para uma melhor adaptação e bem-estar do seu amigo!

Fonte: Meu Amigo Pet.

 

Agende sua aula gratuita

Agende agora mesmo a sua aula gratuita (on-line ou presencial) com um de nossos adestradores!!

Meu filhote é agressivo

É muito comum tutores de filhotinhos ficarem na dúvida se seus pets estão ficando muito agressivos. Embora não seja muito comum, existem casos em que os pets podem, sim, já manifestar agressividade desde novinhos por motivos diversos, como genética

Ler mais »

Como montar o enxoval do novo pet

A chegada de um novo pet envolve a compra de alguns itens para o seu conforto e bem-estar. Apesar da empolgação e das inúmeras opções disponíveis, é muito mais importante pensar na funcionalidade na hora da escolha e não apenas no estilo.

Ler mais »

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!

Junte-se a nós!

Estamos precisando de adestradores em São Paulo! Venha fazer parte do nosso time!