Adestramento de cães idosos é possível, sim!

Photo credit: Takashi(aes256) / Foter / CC BY-SA
Photo credit: Takashi(aes256) / Foter / CC BY-SA

Por Katia de Martino, adestradora da equipe Cão Cidadão.

Você tem um cão com uma idade avançada e se pergunta: “Será que é possível que ele aprenda alguma coisa com o adestramento?”. A resposta é: SIM. Seu cão pode ser adestrado, independentemente da idade. Claro que, comparado a um filhote, sem vícios de comportamento, o aprendizado será mais difícil, porém, possível.

Para que seu cão aprenda, ele precisa estar bem motivado, isso é, ter interesse em você e no que está usando como recompensa. Antes de iniciar o adestramento, é recomendável levá-lo ao veterinário, para verificar se ele sofre de alguma doença, como diabetes, problemas renais ou de cognição, entre outras enfermidades que acometem animais com idade avançada.

Dessa forma, saberemos se há algum tipo de alimento ou petisco que deve ser evitado durante o treinamento ou se há algum problema neurológico ou de audição que poderá dificultar seu aprendizado.

Utilize sempre o reforço positivo, recompensando-o quando ele fizer o que está sendo pedido. Acima de tudo, tenha paciência! Assim como um adulto leva mais tempo para aprender um novo idioma em relação a uma criança, um cão idoso precisará de mais dedicação do que um filhote, para aprender novos comandos. Estimule-o, faça com que o treinamento seja um momento agradável.

Lembre-se de que, quanto mais atividade mental dermos ao cão durante sua vida, com enriquecimento ambiental e adestramento, menos problemas neurológicos ele terá no futuro, já que as atividades deixarão o cérebro dele em atividade constante. E, claro, o deixarão mais feliz.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn