Cão Cidadão realiza palestra gratuita no Rio de Janeiro

noticias_interna_palestra_rj Chegou a vez dos cariocas receberem a Cão Cidadão!

Neste sábado, dia 27 de fevereiro, às 10h, a equipe Cão Cidadão fará uma palestra no pet shop Mon Pet Chou.

O tema será “Por que adestrar? O adestramento e seus benefícios”.

Além de explicar os pontos-chave do comportamento canino, os especialistas abordarão a importância do adestrador para a qualidade de vida do animal e para o bom relacionamento com a família.

A entrada é gratuita e não é necessário realizar inscrição prévia. Basta comparecer ao local, no horário indicado.

Para mais informações, clique aqui.

Esperamos por você. Participe!

Quatro dicas para tornar a apresentação de cães fácil e tranquila

https://www.flickr.com/photos/78428166@N00/3881905533/
https://www.flickr.com/photos/78428166@N00/3881905533/

Muitas pessoas ainda pensam que, ao adotar um novo cão quando já se tem outro animal em casa, não é necessário realizar nenhum tipo de apresentação, apenas deixá-los juntos. Mas não é o correto!

Muitas vezes, o pet que já é de casa se sente ameaçado pela presença do outro e até privado de certos privilégios, como o carinho e a atenção dos donos, o que acaba causando conflito entre eles.

A apresentação é, de fato, muito importante, principalmente para incentivar uma boa convivência e companheirismo entre os dois. Para isso, os donos devem estar preparados e ter paciência.

Para ajudar nesse processo, separamos algumas dicas.

1. Local adequado

Essa é uma das dicas mais importantes! Os animais podem ser muito territorialistas, o que os faz se sentir ameaçados quando um novo bichinho chega ao local que eles “dominam”.

Por esse motivo, a apresentação deve ser feita em um lugar neutro, que não seja familiar para o cão mais velho. Pode ser na rua ou em um parque, por exemplo. Confira aqui dicas sobre como fazer essa apresentação de forma adequada.

2. Agregar sentimentos bons

As associações positivas são o segredo para o sucesso. Quando os dois cães estiverem próximos, procure agradá-los e elogiá-los, para que um entenda que a presença do outro significa coisas boas, como a oferta de petiscos e bastante carinho.

3. Respeite os limites

Ao mesmo tempo em que cabe ao tutor promover a sociabilização entre ambos, o responsável também deve estar atendo às limitações de cada um. Caso perceba certo desconforto durante a apresentação dos pets, encerre a interação imediatamente e os afaste.

Tentar forçar a convivência harmoniosa fará com que os animais se sintam mal e desconfortáveis. Se não deu certo na primeira vez, deixe para outro dia e tenha paciência. Esse processo leva tempo, dependendo da personalidade de cada animal.

4. Amor em dobro

O mais importante, quando se adota outro bichinho, é entender que o mais velho precisa de tanto amor e atenção, quanto o mais novo. Procure dedicar tempo aos dois: nada de fazer carinho em um e deixar o outro sem receber atenção.

Planeje brincadeiras nas quais os dois possam participar! Assim, não haverá motivos para ciúmes e brigas.

Boa sorte!

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!