Saiba como se tornar um franqueado da Cão Cidadão

noticias_interna-como-se-tornar-um-franqueadoA Cão Cidadão, empresa de adestramento do zootecnista e especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi, é a maior franquia de adestramento e comportamento animal da América Latina e atua com o sistema de franquias móveis. Isso é uma das vantagens, pois o profissional não precisa de um estabelecimento de atendimento fixo, já que as consultas são na casa do cliente.

Aqui vão mais alguns motivos para você se tornar um adestrador franqueado:
• Baixo investimento inicial;
• Possibilidade de organizar sua própria agenda;
• Preços competitivos e alta demanda no mercado;
• Metodologia cientificamente comprovada (Adestramento Inteligente®).

O processo seletivo é dividido em três etapas: introdução, avaliações e entrevista pessoal. Caso o participante seja aprovado, ele passará por um treinamento de três meses de duração. Para saber mais sobre isso, clique aqui.

Se interessou? Então, clique aqui para fazer seu cadastro!

Como lidar com um cão territorialista?

dicas_interna-cao-territorialista Por Samantha Melo, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

“O Max dorme com a minha mãe em seu quarto. Toda vez que abrimos a porta do quarto ele entra primeiro, rosna e late muito, e acaba se escondendo embaixo da cama. Gostaria de saber o que posso fazer para ele mudar este comportamento.”

Olá, Inaiara. Tudo bem?

Pelo seu relato, esse comportamento do Max parece ser motivado por territorialismo, ou seja, talvez ele acredite que o quarto é dele e que precisa protegê-lo da entrada de outras pessoas ou mesmo que tem como dever proteger a sua mãe. Por isso, é necessário tomar algumas atitudes para que ele baixe a guarda e fique mais tranquilo.

A primeira coisa a fazer é evitar qualquer tipo de disputa. Não tente tirá-lo de lá à força ou brigar. Assim, você evita dar a ele motivos para lutar pelo local. Por outro lado, não o incentive a achar que aquele tipo de atitude funciona, ou seja, não saia do quarto assim que ele rosnar. Imagina só: se todas as vezes que latir ele conseguir o quarto só para ele, vai passar a latir cada vez mais. Faça, então, exatamente o contrário, que é não sair do local e ignorá-lo completamente.

Outra estratégia é recompensá-lo sempre que ele sair de baixo da cama. Como? Oferecendo um petisco diferente, carinho, o brinquedo preferido e muita festa. Vale também usar a comida para atraí-lo para fora, introduzindo o comando “Vem”, mas sem forçar. Comece a ter o hábito de valorizar os momentos em que ele passa fora dali ou mesmo os que ele não rosna ou late. Assim, ele vai passar a gostar também de sair do ambiente.

Além disso, é importante que o Max tenha um outro cantinho seguro dentro de casa. Ainda que o seu pet durma no quarto, ele precisa de um local apenas dele como referência, com caminha, cobertor, brinquedos e até mesmo uma roupa sua ou da sua mãe. Esse refúgio pode ficar na sala, por exemplo. Dessa forma, quando a família estiver reunida, ele pode fazer parte da confraternização, aumentando a vontade de permanecer fora do quarto. Aqui, mais uma vez, reforço: recompense-o por se comportar bem. Nesse caso, demonstre que ele está acertando quando relaxa em seu canto.

E você pode ainda incentivá-lo a só entrar no cômodo quando for autorizado e apenas depois de vocês. Para isso, ensine o comando “Espera”, a princípio longe do quarto. Coloque-o sentado, posicione-se de frente para ele, apresente a sua mão fechada (como um soquinho) e diga “Espera”. Depois de alguns segundos diga “Ok” e com um petisco faça-o sair do lugar para que ele entenda que foi liberado. Treine bastante e gradativamente aumente o tempo de espera e a distância que você fica. Depois, tente fazer na porta do quarto!

A nossa equipe de adestradores está à disposição para ajudar, não deixe de nos chamar caso seja necessário. Boa sorte!

Fonte: Portal do Dog

Sonha em trabalhar com pets no seu próprio negócio?

noticias_interna-eventos-da-semana

Para fazer parte do time de adestradores da Cão Cidadão não é necessário ter experiência na área. Basta ser proativo, ter força de vontade e, não menos importante, gostar dos animais!

O processo seletivo inclui provas teóricas e práticas. Quando aprovado, o candidato realiza um treinamento profissionalizante para então começar a ministrar as aulas.

O modelo de franquia exige um baixo investimento inicial, mas um retorno rápido. Além de proporcionar flexibilidade de horários, suporte da Central de Atendimento e credibilidade de quase 20 anos de atuação no mercado pet, à frente da empresa está o zootecnista e especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi.

Preencha em nosso site o cadastro, clique aqui.

Últimas vagas: Curso de Adestramento Avançado com Prática (SP)

Últimos dias para senoticias_interna-curso-aa inscrever no Curso de Adestramento Avançado com Prática que será realizado de 17 fevereiro a 4 de março, na sede da Cão Cidadão, em São Paulo. Destinado a adestradores, veterinários, banhistas, tosadores e pessoas que têm conhecimento básico sobre adestramento e desejam se aprofundar no assunto, o curso é ministrado pela adestradora e consultora comportamental da Cão Cidadão, Patrícia Tsapatsis (Patatula).

A especialista se dedica há oito anos ao estudo do comportamento de animais, é responsável pelo treinamento intensivo de formação para novos adestradores da Cão Cidadão e atua como palestrante auxiliar do especialista em comportamento animal Alexandre Rossi, sócio da Cão Cidadão.

Sobre o método

O método de Adestramento Inteligente foi criado por Alexandre Rossi, zootecnista e especialista em comportamento animal, e é baseado em reforços positivos, ou seja, valoriza as atitudes corretas do pet, recompensando-o com algum petisco, carinho ou brincadeira.

É importante lembrar que nenhum tipo de violência é permitido durante o treinamento, pois além de não ajudar, esse tratamento pode incentivar um comportamento agressivo do pet.

Horário: 9h às 18h (sábados) e das 14h às 17h (domingos).

Local: Cão Cidadão (Rua Professor Rubião Meira, 101 – Pinheiros. São Paulo/SP).

Para mais informações sobre todos os cursos disponíveis, clique aqui.

 

Saiba como cuidar de pets com necessidades especiais

noticias_eventos_da_semana_internaNo último sábado, 27 de janeiro, o zootecnista e especialista em comportamento animal Alexandre Rossi esteve no É de Casa, da Rede Globo, para falar sobre como cuidar e dar mais qualidade de vida para pets com necessidades especiais.

Segundo o especialista, quanto mais autonomia dermos a eles, melhor. Uma das dicas que Alexandre deu no programa foi para quem tem um gatinho ou um cachorrinho cego.

Para que possam identificar onde o dono está, pode-se usar um objeto que faça barulho como uma pulseira, por exemplo. Quando o dono se locomover, o pet saberá como localizar o tutor.

Quer saber mais? Confira o programa na íntegra, no site do Gshow.

Conheça os novos cursos presenciais da Cão Cidadão

noticias_cursos_novos_internaA Cão Cidadão acaba de lançar os novos cursos presenciais, com opções de encontros voltados também para veterinários, banhistas e tosadores. Isso porque o comportamento animal pode apoiar o trabalho desses profissionais, tornando o manejo dos pets mais assertivo e menos estressante.

Por exemplo, se um cachorro ou gato tem medo de tomar banho, com o curso, a proposta é que o banhista compreenda qual é a melhor forma de minimizar o nervosismo do bichinho. Já um veterinário que recebe um pet agressivo, ao conhecer melhor o comportamento animal, aprende a lidar de forma mais tranquila com ele, examinando e aplicando remédios sem gerar tensão.

Os cursos são ministrados pela adestradora e consultora comportamental Patrícia Tsapatsis (Patatula),  que se dedica há oito anos ao estudo do comportamento de animais. Ela atende a cães e gatos em domicílio e orienta os proprietários, é responsável pelo treinamento intensivo para formação de novos adestradores da Cão Cidadão, além de ministrar os cursos de Adestramento Inteligente com clicker e Workshop de Comportamento Canino. Conhecida por sua habilidade de transmitir as informações de forma clara, simples e divertida, seus cursos são sempre uma vivência importante para quem quer conhecer mais sobre o universo do comportamento animal. Atualmente, ela atua como palestrante auxiliar de Alexandre Rossi em cursos específicos de adestramento e comportamento de cães, e coordena o grupo de palestrantes da Cão Cidadão, que apresenta semanalmente palestras de comportamento.

Saiba mais sobre a agenda de cursos, aqui.

Foto: sgordon1024 em Foter.com / CC BY

9 cuidados com o pet no verão

dicas_cuidados_verao_interna

Por Thalita Galizia, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

A estação mais aguardada para curtir o dia com os amigos, família e, claro, com nossos bichinhos chegou! Mas não podemos nos esquecer de tomar alguns cuidados durante o verão.

Se você for sair com o seu pet para dar uma volta na rua procure sempre passear em horários mais frescos, como na parte da manhã, antes das 10 horas, ou no fim da tarde, depois das 17 horas.

Preste atenção no asfalto ou na areia e verifique se não está muito quente, para não queimar as patas do bichinho. Também não se esqueça de levar uma garrafinha de água para oferecer ao amigo durante o passeio.

Eles não transpiram como nós, através da pele, por isso é importante observar se o animal se apresenta muito cansado. A perda de calor, nos cães, ocorre pelos coxins das patas (aquela parte que parece uma almofadinha) e pela boca.

Alguns cachorros, os braquicefálicos, têm certa dificuldade de perder calor, pois possuem o focinho mais curto e requerem cuidados redobrados no verão.

Se o seu cão precisa usar focinheira, opte pela de grade, assim ele conseguirá abrir a boca para arfar e perder calor. Nunca, em hipótese alguma, deixe o seu cão sozinho dentro do carro e nem com a janela aberta. O carro, no calor, esquenta rapidamente podendo fazer com que o cão sofra um aumento alto de temperatura corporal e venha a óbito.

Sempre mantenha água fresca à disposição do amigo, seja onde for. No calor, você também pode colocar mais potes de água pela casa com uma ou duas pedras de gelo.

Além disso, colocar os brinquedos do pet no congelador pode deixá-los bem mais atrativos quando a temperatura está mais elevada, assim ele brinca e se refresca ao mesmo tempo.

Como no verão ocorre um aumento de pulga e carrapato nos peludos, certifique-se de que o seu melhor amigo esteja devidamente protegido.

Após todos os cuidados recomendados, boas férias e divirta-se com o seu pet!

 

Foto: T Sheppard em Foter.com / CC BY-ND

Alexandre participa da ClickerExpo

noticias_alexandre_clicker_expo_interna

Alexandre Rossi, zootecnista e especialista em comportamento animal, acaba de retornar da Califórnia, Estados Unidos, onde foi conferir o ClickerExpo, congresso que reuniu especialistas do mundo inteiro na técnica do reforço positivo por meio do uso do clicker.

Uma destas especialistas foi a americana Terry Ryan, que já esteve no Brasil algumas vezes como palestrante do Chicken Camp, workshop que utiliza galinhas para facilitar a compreensão dos alunos quanto aos elementos primordiais do treinamento animal.

Para Alexandre, foi uma oportunidade para conhecer as últimas tendências em treinamento de pets.  Em um segundo momento, essas informações serão compartilhadas com os franqueados, que poderão aplicar no dia a dia dos alunos da Cão Cidadão.

Sobre a técnica e o clicker

O clicker é um som característico produzido por um equipamento ou pela boca e que traz mais clareza aos condicionamentos dos animais durante o adestramento.

Já o reforço positivo valoriza as atitudes corretas dos pets. O objetivo é melhorar a relação entre o dono e o bicho de estimação, respeitando os limites de cada um. Nenhum tipo de violência é admitido, pois, além de serem reprováveis, ações negativas não resolvem absolutamente nada e podem fazer com que o animal desenvolva uma personalidade agressiva. As recompensas, ao contrário, estimulam o aprendizado.

 Foto: Carol Gherardi

Trabalhe com adestramento na Cão Cidadão

noticias_interna-petsouthamericaA Cão Cidadão é uma empresa especializada em adestramento e consultas comportamentais, que está há 20 anos no mercado.

Se você ama animais e sempre quis trabalhar com comportamento animal, conheça o nosso modelo de negócio e os benefícios de fazer parte do nosso time de franqueados.

Processo seletivo

Para se candidatar à franquia Cão Cidadão, não é necessário ter experiência prévia na área, porém, é fundamental que o candidato tenha vontade de aprender, aptidão e muita dedicação.

Os participantes passam por um processo seletivo, que engloba provas práticas e teóricas, além de uma entrevista. Caso aprovado, o candidato receberá um treinamento. Clicando aqui, é possível conferir mais informações sobre o processo seletivo para a franquia Cão Cidadão.

Benefícios

A Cão Cidadão trabalha com o sistema de franquia móvel, que não exige estabelecimento fixo. Os franqueados têm suas regiões de atendimento demarcadas e exclusivas, e podem montar sua agenda de acordo com seus horários. Além disso, o suporte e o desenvolvimento profissional são constantes.

Esperamos por você!

Alexandre Rossi na ClickerExpo 2018

noticias_interna-alexandre-rossiO zootecnista e especialista em comportamento animal Alexandre Rossi foi conferir a ClickerExpo, na Califórnia, Estados Unidos. O evento foi realizado de 19 a 21 de janeiro e contou com a presença de especialistas do mundo inteiro na técnica do reforço positivo por meio do uso do clicker.

Esta técnica nada mais é do que uma forma rápida e simples de mostrar ao pet que ele acertou e receberá uma recompensa.

Se trata de um som distinto, que pode ser emitido pela boca, com um apito ultrassônico, com um estalo de metal, entre outros. Essa técnica, se bem utilizada, ajuda o cão a entender o que o seu dono quer com mais clareza e, assim, o incentiva a reagir e a obedecer o comando com mais rapidez.

Segundo Alexandre, trata-se de uma oportunidade para conhecer as últimas tendências em treinamento de pets.

Na página do Facebook do Alexandre Rossi (veja aqui) você pode ler um pouco mais sobre as novidades da ClickerExpo.

Sobre a técnica

O reforço positivo valoriza as atitudes corretas dos pets. O objetivo é melhorar a relação entre o dono e o bicho de estimação, respeitando os limites de cada um. Nenhum tipo de violência é admitido, pois, além de serem reprováveis, ações negativas não resolvem absolutamente nada e podem fazer com que o animal desenvolva uma personalidade agressiva. As recompensas, ao contrário, estimulam o aprendizado.

 

NÃO VÁ AINDA!!

Agende agora mesmo uma primeira aula gratuita (on-line ou presencial) com um dos nossos adestradores!!