Para continuar habilite o JavaScript






Apresentando um cão ao gato: cuidados e dicas

Photo credit: West Zest / Foter / CC BY-SA

Photo credit: West Zest / Foter / CC BY-SA

Por Malu Araújo, adestradora e consultora comportamental da Cão Cidadão.

Em muitas casas, a convivência entre um cão e um gatinho é perfeitamente possível. Se você já tem um dos dois em casa e, agora, adotou o outro, alguns cuidados são necessários para manter um bom convívio entre eles.

Para apresentar um cachorro a um gato, coloque o cão na guia para evitar que ele pule ou faça algum movimento muito brusco, e com isso assuste o gato, que costuma reagir se sentir ameaçado. Mantenha uma distância no começo, para que ambos se sintam confortáveis e, se precisar, utilize a caixa de transporte para o gato – muitos se sentem mais seguros na caixa e isso também evita que ele saia correndo.

Recompense-os com muitos elogios, carinho e petisco, para que eles interpretem a presença do outro como algo muito agradável. O gato deve ter alguns locais à disposição nos quais o cachorro não consiga frequentar, como prateleiras, esconderijos e alguns limites de porta. Isso o deixará mais tranquilo para circular e se aproximar do cachorro só quando quiser.

Cães e gatos são diferentes: de uma forma geral, os cães têm mais energia do que os gatos e querem sempre brincar, o que pode incomodar o gatinho, que deve poder se afastar e ficar tranquilo caso não queira interagir. O ideal é que o início da convivência entre eles, quando ambos estiverem tranquilos, seja sempre supervisionado. Aos poucos, deixe-os passar cada vez mais tempo sozinhos. Aumente esse período gradativamente.

Fonte: Mercearia do animal.

Minimum 6 characters

Receba dicas e novidades

No seu e-mail!




Navegue pelo site