Para continuar habilite o JavaScript






Como garantir um Carnaval sem medo de barulhos para o pet?

Postado por Cão Cidadão em 16/fev/2017 -

dicas_interna-carnaval

Por Christhiani Pereira, adestradora da Cão Cidadão.

Com a chegada do Carnaval, muitas pessoas já planejam a folia, seja viajando ou em casa com a família reunida. Com o planejamento surge a dúvida: levar ou não levar o pet? E como deixá-lo confortável nessa época que pode ser agitada demais para os mais sensíveis e não tão acostumados com barulhos?

Antes de tudo, é importante analisar se o seu cão é muito sensível a alguns estímulos e barulhos. Alguns cães, mudam de comportamento ao ouvir barulhos de fogos, trovões e até com objetos caindo no chão. Um cão muito sensível pode tremer, se esconder ou tentar fugir quando se depara com algum ruído muito alto.

Para evitar esse tipo de situação, é possível treinar o seu cão para que ele se acostume aos barulhos e, assim, associe-os de forma positiva.

Colocando a dessensibilização em prática

Se o seu pet for muito sensível ao som de balões ou fogos, por exemplo, você pode gravar ou até buscar vídeos na internet que tenham esse som específico. Alguns casos também podem ser treinados com o aspirador de pó, secador de cabelo e objetos de uso comum em nosso cotidiano.

A apresentação desse som deve ser feita sempre de forma gradativa, a fim de evitar que o cachorro se assuste, começando sempre com o volume muito baixo.

Quando o som começar, recompense-o na mesma hora com petiscos ou com uma brincadeira animada. Lembrando que o petisco tem que ser algo que ele esteja bastante interessado, pois a finalidade desse treino é associar o som a algo muito legal e prazeroso para ele.

Com o tempo, aumente aos poucos o volume, sempre associando a algo muito agradável para ele, como petiscos, brinquedos e carinhos animados logo após o estímulo.

Se perceber que ao aumentar o volume o cão ficou incomodado, retroceda o treinamento e diminua o volume até que ele se sinta confortável. Você saberá se o seu cão está respondendo bem ao treino, se ao ouvir o som ele for até você em busca da recompensa. Caso ele ainda não esteja aceitando bem a recompensa, é um sinal de que aquele barulho ainda o incomoda.

Esse treino deve ser feito com muita paciência e sensibilidade. Não tenha pressa. Treine aos poucos, para que o cão não fique estressado.

Viajando com pet

Aos que preferem levar o pet para viajar junto com a família, mesmo aqueles que já estão acostumados a levar o amigo para viajar utilizando cinto de segurança no banco traseiro, é interessante levar uma caixa de transporte, pois a mesma servirá como uma toca ou “refúgio” para o seu cão se sentir seguro longe de casa.
Além de levar os itens básicos do pet, como a ração, a caminha, os petiscos, a carteira de vacinação, os brinquedos e a água, procure usar uma plaquinha de identificação com seu telefone, assim, todos estarão mais seguros.

Minimum 6 characters

Receba dicas e novidades

No seu e-mail!




Navegue pelo site