Para continuar habilite o JavaScript






Castração: o que você precisa saber!

Postado por Cão Cidadão em 10/jul/2014 - Sem Comentários

castracao_internaA castração é um tema bastante discutido há algum tempo, mas que ainda deixa muitas pessoas em dúvida: fazer ou não fazer? Há alguns mitos e verdades que sondam o processo, mas, a castração pode, sim, ser benéfica ao pet.

“Independentemente do seu amiguinho ser macho ou fêmea, indicamos a castração por vários aspectos, não só para a saúde, como também para alguns problemas comportamentais”, explica a adestradora da Cão Cidadão, Mariana Taioli.

Dessa forma, ao castrar o seu bichinho de estimação, você aumentará a qualidade de vida dele, diminuindo a possibilidade de infecções e tumores.

“Os índices de câncer de mama diminuem consideravelmente, além de eliminar o de útero no caso das fêmeas e nos testículos, nos machos”, conta Mariana. “Alguns comportamentos também podem ser modificados com a castração, como, por exemplo, a demarcação territorial e a gravidez psicológica”, completa.

Fêmeas

É aconselhável castrar antes do primeiro cio, dessa forma, algumas doenças comuns podem ser evitadas (veja no quadro abaixo). Assim, a cadela não entrará mais no cio e a gravidez psicológica será evitada.

Machos

Ao castrá-los cedo, comportamentos como demarcação territorial e agressividade são minimizados. Problemas de câncer de próstata e outras doenças relacionadas aos órgãos reprodutores também podem ser evitadas.

Obesidade x Atividades físicas

Uma das principais queixas dos donos é que, após a castração, o pet começa a engordar. Mas, não se pode culpar a castração pela obesidade do pet!

Como eles tendem a ficar mais calmos e menos energéticos, é preciso tomar os devidos cuidados para que eles continuem se movimentando, instigando a brincadeira e a atividade física para que eles mantenham o peso sempre em dia. Tente criar uma rotina com o pet, levando-o para passear e para brincar com os outros bichinhos.

O ideal é realizar, também, algumas atividades para aumentar o enriquecimento ambiental do animal. Além de melhorar a qualidade de vida dele, a prática o ajudará a se entreter com a procura de comida e petiscos (veja aqui algumas dicas de enriquecimento ambiental).

Faça atividades regulares com o seu cão, independentemente se ele for castrado ou não! Todo animal precisa de exercícios!

Orientação do veterinário

O contato com o médico veterinário de confiança é fundamental. Segundo Mariana Taioli, o profissional poderá sinalizar se o animal possui alguma restrição ou não à castração, além de indicar exames pré-operatórios. “Normalmente, essa cirurgia costuma ser simples e, em poucos dias, o seu amiguinho estará na ativa”, diz.

box-castracao

Minimum 6 characters

Receba dicas e novidades

No seu e-mail!




Navegue pelo site